Advogados de Ricardo dizem em nota que “Mais uma vez coube às Cortes Superiores corrigir as medidas desproporcionais e excessivas estabelecidas contra o ex-Governador”



Os advogados Rafael Carneiro, Eduardo Cavalcanti e Igor Suassuna, que defendem o ex-governador Ricardo Coutinho no chamado Processo da Calvário, distribuíram nota informando sobre as medidas determinadas pelo STF no sentido de suspender a monitoração eletrônica imposta pelo Tribunal de Justiça da Paraíba, enfatizando que “mais uma vez coube às Cortes Superiores corrigir as medidas desproporcionais e excessivas estabelecidas contra o ex-governador”.

A nota diz ainda que Ricardo vem sofrendo perseguição implacável sem ter sequer apresentado sua defesa e, consequentemente, sem qualquer condenação.

Leia, na íntegra:

“O Supremo Tribunal Federal deferiu hoje, quarta-feira (s/8), pedido liminar feito pelos advogados do ex-Governador Ricardo Coutinho e determinou a imediata suspensão da cautelar de monitoração eletrônica imposta pelo TJPB”.

“Mais uma vez coube às Cortes Superiores corrigir as medidas desproporcionais e excessivas estabelecidas contra o ex-Governador, que vem sofrendo perseguição implacável sem ter sequer apresentado sua defesa e, consequentemente, sem qualquer condenação”.

RAFAEL CARNEIRO





Comentários


Comentar


Sidebar Menu