A asquerosa e desonesta palestra de Paulo Guedes - Albergio Gomes de Medeiros

Assisti hoje no YouTube à palestra travestida de entrevista, concedida pelo Min. Paulo Guedes, na CNN (emissora que uns dizem ser de um sobrinho do Bispo Macedo, parece, filho do R R Soares). Não é exigível nenhuma perspicácia para se perceber que não se tratou de uma genuína entrevista, onde entrevistados deparam-se com perguntas difíceis, constrangedoras por vezes, mas de uma mera oportunidade do entrevistado, no caso, o falastrão e manipulador nas exposições de "teses" e doutrinas, simplesmente falar e "vomitar" números e dados, fábulas de alocações milhões de reais de dinheiro público sob quimérica alegação de ajuda governamental aos agentes econômicos e trabalhadores, nessa pandemia.

Além de asquerosa "palestra", sob coordenação de William Wack (que surpreendeu-me pelo tamanho do "capachismo"), foi intelectualmente desonesta, por exemplo, quando disse que a corrupção existe por conta de empresas e serviços públicos, porquanto a privatização será eficaz remédio, e como forma de combater a corrupção e estancar desvios de dinheiro público privatizarão quatro.

O Ministro, que fez fortuna na iniciativa privada, especificamente para banqueiros, amealhou fortunas com especulação mobiliária, inverte propositalmente a ordem dos fatores, pois a corrupção não existe porque existe serviço público nem empresas públicas, mas por existirem empresários e empreendedores que investiram (como continuam) ativamente na "compra" de "maças podres" dentre o contingente de probos e vocacionados servidores públicos, e apostaram na corrupção ao invés da concorrência, da competição, da "mão invisível" do mercado, enfim, do que dizem defender.

Fez citações a Marx (que tenho minhas dúvidas se realmente leu), a David Ricardo - do qual Marx fora um "Ricardiano" -, e outros Economistas.

A propósito, o "script" usado por Guedão (Paulinho do "Gogó" ou "Borracheiro do Ipiranga") coincidentemente parece seguir a exposição no livro Curto-Circuito:O vírus e a volta do Estado: 2, de Laura Carvalho.

Vade retro.


Hospital de Campanha em Santa Rita pode ser desativado em 30 dias se redução de casos de covid-19 for mantida, estima João Azevêdo

 
"Eu espero que nos próximos 30 dias, a gente esteja fazendo a desmontagem daquele hospital, o anexo do Metropolitano, ficando apenas só o próprio Hospital Metropolitano com sua estrutura com 54 leitos de UTI dedicados a covid-19 para atendimento", afirmou.

Hospital de Campanha deve ser desativado em 30 dias se números da covid-19 continuarem a diminuir, diz governador. (Foto: Divulgação/Secom-PB)
O Hospital de Campanha que funciona no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita, na Região Metropolitana, deve ser desativado nos próximos 30 dias, caso o número de casos da doença comece a diminuir assim como a demanda para a internação nas unidades de terapias intensiva (UTI). A informação foi repassada pelo governador da Paraíba, João Azevêdo, durante entrevista ao Arapuan Verdade, nesta terça-feira (07).

Sobre os números da doença, Azevêdo informou que acompanha diariamente. “Eu recebo as 5 horas da tarde o número de ocupação de leitos de enfermaria e do Metropolitano, do Solidário e de todos os hospitais da Paraíba. Eu espero que nos próximos 30 dias, a gente esteja fazendo a desmontagem daquele hospital, o anexo do Metropolitano, ficando apenas só o próprio Hospital Metropolitano com sua estrutura com 54 leitos de UTI dedicados a covid-19 para atendimento”, frisou.

No entanto, isso só deve acontecer se os números de novos casos e da demanda por UTI continuar caindo. “Esse número de novos casos, principalmente com demanda s em relação à UTI, é provável que em 30 dias estejamos desmontando aquela estrutura provisória que foi de extrema importância para o sistema de saúde”, finalizou.

Clickpb.com.br

 


Comércio, shoppings e orla de João Pessoa devem abrir a partir de segunda-feira

Walla Santos
Walla Santos


A informação é do jornalista Luís Tôrres, que fez a afirmação durante o programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM, desta terça-feira (7).

Comércio de João Pessoa deve ser reaberto, assim como a orla marítima (Foto: Walla Santos/ClickPB)
O comércio, os shoppings e a orla marítima de João Pessoa devem ser abertos a partir da próxima segunda-feira (13), quando a Prefeitura inicia a terceira fase do Plano de Estratégico de Flexibilização. A informação é do jornalista Luís Tôrres, que fez a afirmação durante o programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM, desta terça-feira (7).

Luís Tôrres afirmou que conseguiu a informação de modo exclusivo. O plano apresentado pela prefeitura prevê novos protocolos nessa terceira fase para os estabelecimentos de varejo; shopping centers e centros comerciais; atividades religiosas; transporte público; serviços públicos não essenciais; praias, praças e parques; feiras livres e ambulantes.

Veja plano abaixo:


Governo da Paraíba estuda pagamento de décimo terceiro para algumas secretarias neste mês de julho


Azevêdo ainda garantiu que o dinheiro para efetuar o pagamento do décimo terceiro dos servidores não será dos convênios e nem das obras.

Estado estuda pagamento de décimo terceiro para algumas secretaria neste mês de julho. (Foto: Reprodução)
O governador João Azevêdo (Cidadania) informou na tarde desta terça-feira (07), em entrevista ao Arapuan Verdade, que o governo estuda o pagamento antecipado da primeira parcela do décimo terceiro salário para algumas secretarias ainda este mês.

Azevêdo ainda garantiu que o dinheiro para efetuar o pagamento do décimo terceiro dos servidores não será dos convênios e nem das obras. “Até o final do ano faremos o pagamento do décimo terceiro de todos os servidores”, afirmou.

Clickpb.com.br

 


Cidadania em JP confirma adesão de 90% da base pró-candidatura própria, mas condiciona decisão a aval de João

 O presidente do Cidadania em João Pessoa, vereador Bruno Farias, revelou que a base do partido deseja participar ativamente das eleições municipais deste ano disputando na majoritária. No entanto, segundo o vereador, a orientação caberá ao governador João Azevêdo.

O vereador disse que tem acompanhado atentamente o reflexo da gestão de João Azevêdo na Paraíba e que o governador tem aparecido como principal referência política no estado. Desta forma, caberá a ele a decisão sobre a participação do partido nas eleições em João Pessoa.

– Em razão dos número refletidos nas pesquisas Consult / Arapuan, eu revigoro minha teses. Nós temos uma grande liderança política, tem um partido respeitado em todo o Brasil e o que é mais importante, nós temos propostas para solução dos problemas reais vividos pelos pessoenses em seu cotidiano.

O líder partidário acrescentou ainda que a base do Cidadania em João Pessoa, formada por 90% daqueles que integram a legenda defendem a candidatura própria na Capital.

– É uma decisão que dependerá do consentimento e do aval do governador João Azevêdo.

 

PB Agora


Raoni anuncia novos nomes responsáveis por tecnologia no plano de metas para JP

Foto: Assessoria
 

O pré-candidato à prefeitura de João Pessoa, Raoni Mendes (DEM), anunciou, nesta terça-feira (7), os nomes responsáveis pelas propostas de Big Data e Inteligência Artificial, que vão compor a sua equipe para realizar o plano de metas. Foram apresentados dois nomes de profissionais experientes que vão contribuir com o plano que ele pretende apresentar durante o período eleitoral.

“Como prometido, quero anunciar hoje dois nomes importantíssimos em nosso Plano de Metas. Eles estão à frente da equipe de Big Data e Inteligência Artificial com o intuito de desenvolver um sistema de governança inteligente em nossa João Pessoa. Os nomes que vão colaborar com a construção do projeto são os de Alessio Almeida e Euler Macedo. Juntos, vamos focar em grandes ações e colocar metas para que sejam cumpridas”, ressaltou Raoni.

O professor Alessio Almeida é graduado em Tecnologia, Sistemas de Telecomunicação e Ciências Econômicas. Ele é mestre em Economia de Empresas e doutor em Economia Aplicada. É professor da UFPB e já coordenou e participou de projetos do IPEA, CNPq, Unesco, entre outros. O engenheiro elétrico Euler Macedo é mestre e doutor em Engenharia Elétrica. Ele é professor na UFPB e Vice-Diretor do Centro de Energias Renováveis, tendo desenvolvido diversos projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação no setor público e privado.

“A tecnologia deve ser usada sempre a favor da população e é uma honra para mim poder contar com a expertise de dois grandes professores nessa missão. Vamos em frente”, destacou Raoni. O plano de metas será estruturado levando em consideração a opinião daquilo que é vontade da população da Capital em ter como realidade no município.

 

Assessoria


Paraiba tem quase 20 mil pessoas recuperadas da Covid-19

 Desde o início da pandemia do novo coronavírus na Paraíba, o estado já registrou a cura de 19.373 pacientes. Em todo o estado, já são 54.802 pessoas infectadas pelo novo coronavírus, 1.145 faleceram.

Nas últimas 24h, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), o estado registrou 1.651 novos casos de Covid-19, além de 27 mortes em decorrência da contaminação.

Os óbitos registrados nas últimas 24h aconteceram nos seguintes municípios:

Alagoa Grande (2), Cajazeiras (2), Campina Grande (5), Cruz do Espírito Santo (1), Gurinhén (1), Itabaiana (1), João Pessoa (3), Mamanguape (1), Mari (2), Patos (3), Princesa Isabel (1), Queimadas (1) e Santa Rita (4),

Os casos confirmados estão distribuídos por 218 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (33); Aguiar (18); Alagoa Grande (482); Alagoa Nova (189); Alagoinha (534); Alcantil (21); Algodão de Jandaíra (3); Alhandra (370); Amparo (12); Aparecida (35); Araçagi (311); Arara (115); Araruna (122); Areia (181); Areia de Baraúnas (1); Areial (32); Aroeiras (99); Assunção (27); Baia da Traição (202); Bananeiras (91); Baraúna (119); Barra de Santa Rosa (21); Barra de Santana (64); Barra de São Miguel (8); Bayeux (966); Belém (372); Belém do Brejo do Cruz (9); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (3); Boa Vista (54); Bom Jesus (6); Bom Sucesso (7); Bonito de Santa Fé (3); Boqueirão (154); Borborema (7); Brejo do Cruz (130); Brejo dos Santos (8); Caaporã (792); Cabaceiras (14); Cabedelo (1959); Cachoeira dos Índios (45); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (54); Cacimbas (39); Caiçara (263); Cajazeiras (694); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (104); Camalaú (1); Campina Grande (7416); Capim (121); Caraúbas (26); Carrapateira (24); Casserengue (141); Catingueira (15), Catolé do Rocha (171); Caturité (61); Conceição (69); Condado (79); Conde (445); Congo (37); Coremas (38); Coxixola (12); Cruz do Espírito Santo (192); Cubati (45); Cuité (116); Cuité de Mamanguape (60); Cuitegí (163); Curral de Cima (15); Curral Velho (1), Damião (3); Desterro (37); Diamante (3); Dona Inês (26); Duas Estradas (44); Emas (3); Esperança (291); Fagundes (51); Frei Martinho (3); Gado Bravo (73); Guarabira (2495); Gurinhém (218); Gurjão (19); Ibiara (11); Igaracy (4); Imaculada (22); Ingá (396); Itabaiana (724); Itaporanga (49); Itapororoca (264); Itatuba (161); Jacaraú (138); Jericó (5); João Pessoa (15330); Joca Claudino (2); Juarez Távora (178); Juazeirinho (121); Junco do Seridó (28); Juripiranga (322); Juru (13); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (46); Lagoa Seca (446); Lastro (15); Livramento (44); Logradouro (68); Lucena (204); Mãe d’Água (12); Malta (21); Mamanguape (1428); Manaíra (8); Marcação (61); Mari (483); Marizópolis (8); Massaranduba (190); Mataraca (116); Matinhas (45); Mato Grosso (7); Matureia (25); Mogeiro (84); Montadas (34); Monteiro (121); Mulungu (190); Natuba (45); Nazarezinho (8); Nova Floresta (20), Nova Olinda (6); Nova Palmeira (38); Olho D´Água (33); Olivedos (41); Parari (4); Passagem (29); Patos (1832); Paulista (64); Pedra Lavrada (22); Pedras de Fogo (1002); Pedro Régis (26); Piancó (73); Picuí (100); Pilar (173); Pilões (39); Pilõezinhos (168); Pirpirituba (119); Pitimbu (521); Pocinhos (63); Poço Dantas (3); Pombal (164); Prata (2); Princesa Isabel (44); Puxinanã (193); Queimadas (596); Quixaba (26); Remígio (166); Riachão (29); Riachão do Bacamarte (192); Riachão do Poço (35); Riacho de Santo Antônio (18); Riacho dos Cavalos (5); Rio Tinto (540); Salgadinho (10); Salgado de São Felix (118); Santa Cecília (21); Santa Cruz (13); Santa Helena (10); Santa Inês (19); Santa Luzia (174); Santa Rita (1394); Santa Terezinha (31); Santana de Mangueira (1); Santana dos Garrotes (6); Santo André (5); São Bentinho (22); São Bento (644); São Domingos do Cariri (21); São Francisco (8); São João do Cariri (30); São João do Rio do Peixe (74); São João do Tigre (4); São José da Lagoa Tapada (18); São José de Caiana (29); São José de Espinharas (10); São José de Piranhas (70); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (51); São José do Brejo do Cruz (5); São José do Sabugi (164); São José dos Cordeiros (4); São José dos Ramos (105); São Mamede (31); São Miguel de Taipu (77); São Sebastião de Lagoa de Roça (127); São Sebastião do Umbuzeiro (4); São Vicente do Seridó (23); Sapé (588); Serra Branca (76); Serra da Raíz (13); Serra Grande (6); Serra Redonda (146); Serraria (30); Sertãozinho (40); Sobrado (94); Solânea (179); Soledade (96); Sossego (6), Sousa (615); Sumé (78); Tacima (79); Taperoá (51); Tavares (26); Teixeira (79); Tenório (11); Triunfo (11); Uiraúna (27); Umbuzeiro (45); Várzea (8); Vieirópolis (4); Vista Serrana (2), Zabelê (4).

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 57%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 66%. Em Campina Grande, estão ocupados 57% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 44% dos leitos de UTI para adultos.

O índice de Isolamento Social foi de apenas 41,2 %, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

 

PB Agora


Conselho Superior do Ministério Público pede a cabeça de Eitel Santiago

 
Eitel Santiago

Quatros integrantes do Conselho Superior do Ministério Público Federal acabam de enviar a Augusto Aras um memorando em que pedem a demissão do secretário-geral do MPF, Eitiel Santiago, homem de confiança do PGR.

O documento, assinado pelos subprocuradores-gerais Nicolao Dino, Nívio de Freitas Filho, José Callou e Luiza Frischeisen, trata de uma entrevista concedida ontem por Santiago à CNN Brasil.

Os procuradores listaram cinco tópicos ditos pelo secretário-geral de Aras que consideraram graves, entre eles o de que os adversários de Jair Bolsonaro precisam se conscientizar de que o resultado da eleição presidencial foi uma obra divina.

Vale lembrar que Santiago já foi filiado ao PSL, partido pelo qual Bolsonaro chegou ao Planalto.

Segundo o quarteto, Santiago expressou-se assim na entrevista:

1 – que “as forças-tarefa do MPF funcionam, por vezes, de forma ilegal”;
2 – que “prisões foram usadas pela Lava Jato para forçar colaborações premiadas” e “como instrumento de tortura” de investigados”;
3 – que na Lava Jato, havia “rumores sobre escutas sem autorização judicial”
4 – que o PGR enfrentou resistência na eleição para o conselho porque “deseja restaurar o espírito republicano” no MPF e “combate o corporativismo, a demagogia e as ilegalidades”
5 – que os adversários do Presidente da República “precisam compreender que foi Deus o responsável pela presença de Bolsolnaro no poder” e a pandemia ocorre por vontade divina e “o Altíssimo, vai, no momento certo, acabar com esse sofrimento”.

Ao fim, os quatro pedem a Aras que ” avalie a oportunidade e conveniência na manutenção” de Santiago na função de secretário-geral.

blogdotiaolucena

 


Bolsonaro constrangia visitantes e funcionários dizendo que máscara é ‘coisa de viado‘


Jair Bolsonaro constrangeu e amedrontou as pessoas que estiveram com ele ao longo da pandemia de Covid-19. Minimizou o surto de coronavírus, demonstrou desleixo e tratou com ironia e desprezo a preocupação das pessoas com o uso de acessórios de proteção, como a máscara, que em sua opinião, é ‘coisa de viado‘

Jair Bolsonaro dizia que máscara é ‘coisa de v.‘ (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os relatos de pessoas que visitaram Jair Bolsonaro durante a pandemia da Covid-19 contam que nessas ocasiões viviam momentos de tensão. Bolsonaro se recusava a usar máscaras, o que constrangia os convidados e os induzia a fazer o mesmo, seguindo seu mau exemplo. Ignorava as recomendações e normas de isolamento e fazia questão de se aproximar para cumprimentar com um aperto de mão.

Ao perceber que o visitante estava tenso, segundo um deles relatou à coluna de Mônica Bergamo, dizia que aquele medo era besteira.

Bolsonaro fazia brincadeiras de mau gosto com funcionários, perguntando quem usava máscara e dizendo que aquilo era “coisa de viado”.


Senado planeja primeiras sessões presenciais em agosto


Decisão foi tomada em reunião de líderes nesta terça-feira

Votação do orçamento de guerra no Senado é adiada para quarta-feira
Plenário do Senado. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Os senadores voltarão a se reunir presencialmente em agosto. A decisão foi tomada na reunião de líderes, realizada na manhã de hoje (7). Na reunião ficou decidido que em meados de agosto os senadores votarão a indicação de autoridades, como embaixadores. Nos encontros presenciais, serão tomadas medidas de segurança sanitária para funcionários e parlamentares.

Durante a reunião, ficou firmado ainda que a situação epidemiológica do país será observada até agosto. Caso não haja melhora no quadro, com redução de contaminações no país, essa agenda de encontros presenciais será adiada para setembro. Ficou acertado também que as votações remotas, a partir da segunda quinzena de julho, ocorrerão às quartas e quintas-feiras, ainda de maneira remota.

As votações de autoridades são uma demanda represada hoje no Senado, porque esse tipo de votação é secreta e requer a identificação biométrica do senador na hora do voto. Por isso, essas indicações deverão ser as primeiras votadas presencialmente. Desde 20 de março que as votações de projetos e medidas provisórias são feitas por videoconferência. Ainda não há, até o momento, cronograma divulgado para outros tipos de votação presencial.

Além de embaixadores, também cabe aos senadores aprovar, por meio do voto, a escolha de ministros do Tribunal de Contas da União, integrantes de tribunais superiores, procurador-geral da República, chefes de missões diplomáticas e diretores de autarquias e de agências reguladoras.

Dentre as indicações pendentes está a de Nestor José Forster Junior para a embaixada dos Estados Unidos. Outras autoridades prontas para serem votadas são Ediene Santos Lousado, Moacyr Rey Filho e Marcos de Farias, todos para o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), além de Hermano Telles Ribeiro, para a embaixada do Brasil no Líbano. (ABr)

Diariodopoder.com.br

 


Aspirantes a ministro da Educação têm até assessoria para campanha

 
Objetivo é buscar ampliação da influência, fazer o filme junto ao eleitorado ou mudança de patamar político

Aspirantes a ministro da Educação têm até assessoria para campanha
Objetivo dos ministeriáveis é buscar ampliação da influência, fazer o filme junto ao eleitorado ou mudança de patamar político. Foto: EBC

A demora na escolha acabou transformando o Ministério da Educação em objeto de disputa política e até de egos. Há nomes que aparecem em lista de ministeriáveis só porque têm patente militar, outros são lançados por parlamentares governistas em busca de ampliar a influência, há os políticos que se colocam mesmo sem chance, só para fazer boa figura no eleitorado. Tem os vaidosos que tentam sair do ostracismo com ajuda de marqueteiros ou com o suporte de empresa de assessoria de imprensa. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A It Press, conceituada empresa de comunicação, por exemplo, tenta emplacar na mídia elogios a Ricardo Caldas, ativo candidato a ministro.

O Major Victor Hugo (GO) apareceu candidato como se buscasse uma “saída honrosa” da Liderança do Governo na Câmara. Não deu certo.

Elogios de ativistas ou políticos bolsonaristas podem ajudar, são usados também para “queimar” candidaturas. É o vale-tudo pelo MEC.

Diariodoppoder.com.br

 


Wi-Fi liberado nos aviões presidenciais vai custar R$2,3 milhões por ano


Serão 45GB por mês para ligações, videoconferências, streaming de áudio e vídeo, além de acesso às redes sociais

Wi-Fi liberado nos aviões presidenciais vai custar R$2,3 milhões por ano
Serão 45GB por mês para ligações, videoconferências, streaming de áudio e vídeo, além de acesso às redes sociais. Foto: Marcos Correa/PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro, que é “fissurado” em redes sociais, será o principal usuário dos serviços de In-Flight Connectivity (IFC) ao custo de R$2,3 milhões anuais para garantir acesso à internet nos aviões presidenciais durante o voo. Licitação da Presidência prevê utilização de conexão via satélite Não-Geostacionário com franquia de 45GB mensais para ligações, áudio e videoconferências, streaming de áudio e vídeo, além de dados meteorológicos e, claro, redes sociais. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Para o cálculo do valor, foram considerados parâmetros de uso, mas se 45GB não forem suficientes, o contrato prevê adicionais de 22,5GB.

Sistema e valor são os mesmos contratados pela ex-presidente Dilma Rousseff em 2015, cujo serviço poderia ser renovado por cinco anos.

A abertura das propostas está prevista para a próxima segunda (13) e a atualização do IFC nos três aviões presidenciais até a metade de agosto.

Questionada sobre a real necessidade de manter o serviço e com 45GB de franquia de dados, a Secretaria-Geral da Presidência não respondeu.

Diariodopoder.com.br

 


Sidebar Menu