NA PISTA DO MARCO-ZERO - Petrônio Souto



Segundo o “Sumário das Armadas”, para muitos a Certidão de Nascimento da Paraíba, “a colina fronteiriça ao rio Sanhauá foi o local das primeiras edificações ainda bem toscas” da nossa cidade.

Para mim, a afirmação reforça a ideia da existência do “Fortim de São Gonçalo”, cidadela que teria sido a nossa “capital inicial”.

Portanto, nosso marco-zero estaria, segundo o “Sumário das Armadas”, ali pelo local onde está edificado o Hotel Globo.

Embora sem ser historiador ou pesquisador, e admitindo que devemos aprofundar os estudos para encontrar finalmente o nosso “berço”, creio ser inadmissível a existência do nosso marco-zero distante do local em que os colonizadores “sujaram as botas de terra” ao deixarem suas embarcações.

Fotos: 1 e 2 (Alvarez Ribeiro); 3 (autor desconhecido); 4 (Elisa Maria Cabral).





Comentários


Comentar


Sidebar Menu