PSOL denuncia Walber Virgulino por homofobia



Politicaparahyba
O presidente do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) na Paraíba, Tárcio Teixeira, protocolou uma denúncia de homofobia e exposição de adolescentes contra o deputado estadual Walber Virgolino. De acordo com o presidente do PSOL, o crime aconteceu na rede social do deputado que apagou a postagem depois da repercussão.

Tárcio afirmou que a denúncia foi protocolada por meio da Ouvidoria do Ministério Público da Paraíba, para que as promotorias responsáveis possam analisar os fatos.

O ex-candidato a governador informou que não compartilha as postagens, pois estaria ampliando “a voz de uma postura preconceituosa” e que estaria cometendo o mesmo erro ao expor os adolescentes em seu ambiente escolar.

Confira a nota do presidente do PSOL
Essa semana recebi denúncia de que o Deputado Walber Virgulino poderia ter praticado crime se homofobia e exposição de adolescentes em suas rede social (Instagram). Esses indícios ficam mais fortes quando o Deputado apaga a postagem, possivelmente por reconhecer o erro.

Reconhecer o erro não é suficiente para um Deputado Estadual diante das suas responsabilidades públicas e amplitude do alcance de suas declarações por meio da internet, é fundamental uma apuração legal, mudança de postura e responsabilização legal, se for o caso.

Ontem, por meio da Ouvidoria do Ministério Público da Paraíba, protocolei denúncia para que as Promotorias responsáveis possam analisar os fatos. Não faço isso de forma irresponsável, faço pelo fato da pessoa que entrou em contato comigo ter baixados os vídeos e “printado” as telas denunciadas.

Não compartilho as postagens por dois motivos, primeiro eu estaria ampliando a voz de uma postura preconceituosa, depois estaria cometendo o mesmo erro ao expor adolescentes em seu ambiente escolar.

Lembremos todos e todas: homofobia agora é crime!

Tárcio Teixeira
Presidente do PSOL/PB





Comentários


Comentar


Sidebar Menu