PT e DEM se unem para impedir votação de emendas constitucionais




ELES NÃO QUEREM VOTAR O FIM DO FORO OU REFORMA DA PREVIDÊNCIA

DEPUTADOS DE PT E DEM SE UNEM PARA IMPEDIR TRAMITAÇÃO DE PECS
PUBLICIDADE

Inusitada aliança entre deputados do PT e DEM, que contam também com PP, PSD e PDT, adia indefinidamente a votação do recurso contra a decisão do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, de liberar a análise de Propostas de Emenda à Constituição durante a intervenção no Rio. Maia está entre os políticos investigados em denúncias na Lava Jato. Em ano de eleição, virou pretexto para evitar temas nos quais os deputados não pretendem mexer, como a reforma da Previdência. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
O “casamento de jacaré com cobra d’água” entre PT e DEM reflete também o desinteresse dos dois partidos pelo fim do foro privilegiado.

A Constituição “não poderá ser emendada” durante intervenção, veda o seu artigo 60. Mas não impede análise, nem o trâmite de propostas.

Para Miro Teixeira (Rede-RJ), decano da Câmara, não há intervenção no Rio, apenas na segurança, por isso as PECs deveriam tramitar.

Para o relator do recurso, Leonardo Picciani (MDB-RJ), propostas de emendas devem ficar na geladeira da intervenção.

 

Diairiodopoder.com.br

 

 




Comentários


Comentar


Sidebar Menu