Após Blog divulgar dívida de IPTU, Eliza tenta justificar e diz que desconhece débito na Prefeitura de JP



 
Há cinco processos referentes à execuções fiscais contra a parlamentar, todos movidos pela Prefeitura de João Pessoa

Por: Blog do Gordinho
A vereadora licenciada e atual deputada estadual, Eliza Virgínia (PSDB), tentou se explicar, nesta quarta-feira (06), sobre a informação veiculada no Blog do Gordinho em relação a uma dívida da parlamentar com a Prefeitura de João Pessoa referente ao não pagamento de IPTU. O débito, de R$ 1.353,85, está sendo protestado pelo Município desde 2007 em uma ação que corre no Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB).

Eliza esteve nos estúdios do programa ‘Rádio Verdade’, da rádio Arapuan FM, no início da tarde e, acompanhada de vários assessores, disse desconhecer a ação. “A dívida está no meu nome, isso é notório. Não consegui ir à Prefeitura hoje para ver que dívida é essa, não conheço”, alegou. A parlamentar ainda ventilou a possibilidade de o débito estar relacionado à venda de um imóvel. “Talvez seja de uma casa que eu tenha vendido há muito tempo, não tenham passado o nome na Prefeitura e tenha ficado o meu. Quando eu souber, vou esclarecer os fatos na minha página pessoal”, garantiu.

A tucana elevou o tom contra os apresentadores do programa, chegando a ofender o jornalista Fabiano Gomes, autor da nota que irritou a parlamentar. Ela questionou a necessidade da divulgação da informação, sem levar em consideração que se trata de uma pessoa pública, com mandato eletivo na Assembleia Legislativa da Paraíba e com extensa votação em João Pessoa, município que necessita da arrecadação de tributos para a realização de investimentos, conforme defende a gestão apoiada pela vereadora licenciada.

Além deste, há ainda outros quatros processos referentes à execuções fiscais contra a parlamentar, todos movidos pela Prefeitura de João Pessoa, sendo três deles de 2016 e um de 2017. Execução Fiscal é o termo aplicado ao procedimento especial em que a Fazenda Pública requer de contribuintes inadimplentes o crédito que lhe é devido, recorrendo ao Poder Judiciário. Em João Pessoa, além do IPTU, a Prefeitura cobra de pessoa física a Taxa de Coleta de Resíduos (TCR), o Imposto Sobre Serviços (ISS) e o Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI).




Comentários


Comentar


Sidebar Menu