Magistrados já aplicam reforma trabalhista contra espertezas



 JUSTIÇA DO TRABALHO JÁ ENTERRA VELHAS PICARETAGENS
MAGISTRADOS JÁ APLICAM REFORMA TRABALHISTA CONTRA ESPERTEZAS

NOVA LEI TRABALHISTA IMPEDIU PEDIDO DE R$ 50 MIL POR ‘ASSALTO‘
A reforma trabalhista, que entrou em vigor neste sábado (11), já produz seus frutos. No primeiro dia de vigência, com base no novo texto, um juiz do Trabalho recusou uma velha picaretagem agasalhada na velha legislação: a tentativa de arrancar dinheiro do patrão alegando ter sido vítima de “assalto” a caminho do trabalho. Nesse caso, o sujeito pedia R$50 mil. Acabou condenado a pagar R$8,5 mil por litigância de má-fé. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
O patrão vinha sendo responsabilizado pelo assalto ou o “acidente de trajeto” para o trabalho, da topada na calçada ao acidente de trânsito.

A decisão do juiz José Cairo Junior, da Bahia, inaugura fase histórica nas relações de trabalho no Brasil.

O economista Luiz Paulo Rosenberg chama a atenção para o fato de a reforma trabalhista contribuir para o reaparecimento dos empregos.

 

Diariodopoder.com.br

 

 




Comentários


Comentar


Sidebar Menu