O que é mesmo DEMOCRACIA? Não vale a mera e clássica definição. Vai muito além do sufrágio, ou não vai? - Albergio Gomes Medeiros



Você acha que numa DEMOCRACIA categoria alguma receberia vencimentos muito além de um teto estabelecido por uma Constituição Federal, fruto de uma eleição congressual com esse desiderato? E PENDURICALHOS como forma de driblar o tal teto? Você considera DEMOCRACIA diferenças salariais, direitos, vantagens e privilégios elevadíssimos em favor de restritas e determinadas categoriais existentes nos três poderes (inclusive levados para aposentadoria), a tal ponto que aumentou exponencialmente um antigo hiato em relação aos trabalhadores em geral, hiato esse comparável atualmente a um buraco negro? Você considera DEMOCRÁTICO apenas uma categoria ser legitimada a "chancelar" acordos de "colaboração", ainda quemos efeitos e vantagens extrapolem prêmios dos mais incomparáveis e cobiçados? Você acha DEMOCRATICAMENTE engraçada a metáfora do "bambus e flechas", usada por um "cara pálida" que ignorou até hoje uma obstrução de "justiça" praticada por uma feliz e consagrada ex-presidente; assim como foi indiferente em relação ao par que migrou, sem "quarentena", para uma banca advocatícia que militava exatamente em favor de pessoas nas quais flechas foram miradas e atiradas? Onde entra a DEMOCRACIA nisso tudo? Nos obrigatórios comparecimentos e votos que sufragamos?

E um garoto letalmente ferido no olho, no Rio de Janeiro, vitimado por um "arrastão", faz parte dessa DEMOCRACIA? E "justificativas" para aumentos do preço do litro da gasolina em razão de um furacão nos EUA?

Reduzamos o espaço amostral para a "paróquia" paraibana: você considera DEMOCRÁTICO o poder legislativo não disponibilizar, para consulta popular, relação de comissionados e respectivas remunerações, negando vigência a dispositivo legal impositivo?
Só "balas perdidas"; criminalidade e tetos de aposentadorias (esses excedentes em pouco a 5 mil reais mensais)?

DEMOCRACIA é só voto sem usufruto? É só jugo para maioria?
É óbvio que não espero que uma DEMOCRACIA representativa se assemelhe a um ágora (antinomia proposital), todavia, meu caro, a tal prática DEMOCRÁTICA brasileira parece-me semelhante a um regime "bolivariano", ou a uma "DEMONOCRACIA".
É isso que queremos para filhos, netos e descendentes?




Comentários


Comentar


Sidebar Menu