O Brasil e a PEC 241/55 - Virgolino de Alencar




Nessa situação de Temer, caindo cedo no desgaste, minha preocupação não é com o presidente, mas com o Brasil.

A PEC 241/55 não é um projeto de Temer, nem de nenhum político.
É um modelo desenhado aina na gestão de Joaquim Levyr, por um grupo de técnicos, profissionais da máquina pública, concursados, que procuram servir ao país.
Joaquim Levy não emplacou porque Dilma não queria mudar porra nenhuma, e o substituto de Levy não levou à frente porque era um mero serviçal das loucuras de Dilma.

Com Meireles na gestão da Economia, os técnicos conseguiram levar à frente a PEC, um modelo bem desenhado para tentar tirar o Brasil do buraco, controlar as contas públicas, o país recuperar a credibilidade dos investidores e voltar a investir, crescer, gerar empregos, criar renda.

Mas, em um governo desgastado, ainda mais por suspeita de comportamento moral duvidoso, não vai ser fácil implementar as medidas da PEC, não por ela em si, mas pelos maus gestores que a conduzirão e que estão perdendo a confiança da Nação.
O brasil perde a grande oportunidade reverter um quadro onde sente-se a criação de nuvens penumbrais e que não podem ser clareadas só com conversas fiadas.
Precisamos de alguém que abrace a PEC 241/55 e a leve ao objetivo e alvo que ela aponta com possibilidade de se acertar na mosca.
Virgolino de Alencar





Comentários


Comentar


Sidebar Menu