A dona Marcela Temer - Leila Araújo




Dona Ruth Cardoso mostrou que uma primeira dama pode ter função. Arrisco a dizer que Dona Ruth, balizou a função de primeiras damas de estados e municípios na parte social. Mulheres que trabalham e não ficam só ao lado em viagens e fazendo volume nos palanques da vida. Dona Ruth não teve sua imagem questionada, ninguém analisava sua roupa e muito menos o cabelo. Vai ver porque Ruth era mais velha, tinha cara de mãe e vó e quando a pessoa tem esse semblante de idade as outras tem uma pouco de vergonha em questionar. Estou falando das pessoas que realmente se importam com idade e com roupa, com ruga, com cabelo branco ou seja lá mais o que roda na cabeça de gente assim. Eu gosto de Dona Ruth pq ela desenvolveu diversos programas sociais que foram extremamente importantes, só por isso.

Desde que Marcela surgiu inúmeras piadas nasceram pq a zoeira não tem limites mesmo. Eu fiz piada também mas não por ela ser mais nova que Temer ou pelo fato de ser bonita. Não xinguei Marcela de prostituta como pessoas que normalmente pedem sororidade fizeram, não interpretei a maneira com que ela falou e muito menos escrevi um texto sem ao menos ler do que se trata o projeto social em que ela vai trabalhar. Também não escrevi uma carta para Marcela, incomodada com a figura de primeira dama que ela demonstrou, de certo esperaram que Marcela fizesse academia o dia inteiro, cuidasse só do filho ou fizesse a egípcia como Dona Marisa fez, só curtindo a vida de primeira dama... certeza que deve ser isso.


Fato é que Marcela não pode abrir a boca, Marcela não pode aparecer, pq quando isso acontece tem dez dedos apontados pra dizer que ela foi muito meiga, fofa e fraternal. Aparecem outros tantos pra dizer que a roupa estava assim ou assado e o cabelo não poderia ser daquele jeito. Não existe sororidade com a Marcela. Não existe compreensão de conteúdo quando surge a figura dessa primeira dama... na verdade ninguém quer saber sobre o projeto o lance é gritar antes que ela fale.


A Marcela certamente nunca vai ser a dona Marcela pq ela não merece - na cabeça de quem vive pedindo sororidade por aí.


A dona Marcela é o Fernando Holiday das mulheres e quando você observa essa coisa toda acontecendo dá vontade de jogar um sorvete na testa.


Enfim, hoje vemos a galera das lutas sociais dizendo que um negro não é negro e também falando que uma mulher não pode ter protagonismo e quando tem deve ser igual ao meu ou ao teu. Tá feio, vamos melhorar




Comentários


Comentar


Sidebar Menu