Não entendi bulhufas - Tião Lucena

 O passarinho cagão de Paulo Santos contou-me ao raiar do dia que os vereadores de Cabedelo, na surdina da noite sem lua e chuvosa, aprovaram definitivamente o sepultamento do shopping de Intermares.

Pergunta-me o curioso leitor: a troco de que os vereadores fizeram isso? No que prejudicaria Cabedelo a construção de um shopping center?

A minha resposta é curta e grossa: Perguntem ao prefeito Leto Viana!

Ou melhor, perguntem não, ele não precisa falar. A imagem que ilustra esta matéria fala por si. Quando foi tomar posse, o prefeito chegou nesse belo carrão, dirigido por Roberto Santiago, dono dos shoppings de Manaíra e de Mangabeira. Quando precisou fazer um mutirão de limpeza, lá estava o bondoso e sempre solícito dono do Manaíra com as máquinas e caminhões que trabalham no shopping de Mangabeira fazendo a remoção dos entulhos. E agora, bem recentemente, os dois passearam de duque nos Estados Unidos.

O mesmo leitor, bicado pelo passarinho cagão de Paulo Santos, volta à carga: “E o que uma coisa tem a ver com a outra coisa?”

Será que não tem, menino besta?

Um shopping em Intermares ameaça a hegemonia do Manaíra Shopping, que hoje reina sozinho, sem vizinho e sem fronteiras. Então não interessa a Roberto Santiago ter um concorrente.

Agora, os argumentos que ele utilizou para convencer os vereadores e o prefeito a serem contra o progresso de Cabedelo, eu não sei quais foram, não quero saber e tenho raiva de quem sabe.

E não me digam que foi somente por causa do passeio na Lamborghini.





Comentários


Comentar


Sidebar Menu