Estatisticas do blog

No momento, 5 usuário(s) está(ão) lendo este blog. No total, 2409309 pessoas visitaram esta página.

Clima tempo

Twitter

Publicidade

  • 30.08.2014 | Autor: Pedro Marinho

    As belas do sábado - Fotos









    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 30.08.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Hora do Riso...- E se....





    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 30.08.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Reestruturação da Carreira - Reajuste para servidores da Polícia Federal volta a análise em comissão mista




    Por: Agência Senado

     

     

    A comissão mista destinada a dar parecer à Medida Provisória (MP) 650/2014 retoma, nesta terça-feira (2), o debate sobre a reestruturação das carreiras da Polícia Federal. A medida também prevê reajuste salarial para agentes, escrivães e papiloscopistas e determina que todos os cargos da carreira passem a ser de nível superior, além de tornar explícito que os concursos podem ser de provas ou de provas e títulos.


    Foram apresentadas 42 emendas à matéria a ser relatada pelo senador José Pimentel (PT-CE). Delegados da Polícia Federal são contrários à reestruturação de carreiras por meio de medida provisória. O presidente da comissão, deputado Ronaldo Benedet (PMDB-SC), afirmou que esse impasse pode ser resolvido dentro da própria Polícia Federal.


    Senadores e deputados discutiram o assunto em audiência pública no dia 6 de agosto com representantes do governo, de sindicatos e de associações.


    A reunião será na sala 6 da ala Nilo Coelho, às 14h30. Depois de passar pela comissão mista, a MP 650/2014 deverá ser votada nos Plenários da Câmara dos Deputados e do Senado.

     

     


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 30.08.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Torcedora que chamou goleiro Aranha de “macaco” excluiu perfis em redes sociais e será demitida





    Jovem foi flagrada pelo canal de televisão ESPN insultando goleiro do Grêmio na quarta-feira, durante a derrota do clube gaúcho por 2 a 0 diante do Santos

    Futebol | Em 29/08/14 às 15h27, atualizado em 29/08/14 às 18h47 | Por Redação


    Torcedora recebeu centenas de xingamentos pela internet
    A torcedora do Grêmio que xingou o goleiro Aranha de “macaco” durante a derrota do clube gaúcho por 2 a 0 diante do Santos, na quarta-feira (27), apagou seu perfil nas redes sociais Facebook e Instagram após receber centenas de ofensas. Ela foi chamada de “racista”, “vadia” e “vagabunda” pelos internautas.

     Portal Correio

    A torcedora é funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviços a uma policlíinica que atende a Brigada Militar e, conforme informou o corregedor Coronel Jairo, a demissão da moça já foi solicitada.

    A jovem foi flagrada pelas câmeras do canal de televisão por assinatura ESPN Brasil chamando defensor do alvinegro paulista, ato considerado discriminação racial. Aranha foi alvo de muitas críticas e demonstrações de racismo no jogo, que aconteceu em Porto Alegre, mas preferiu não prestar queixa à polícia.

    "A outra vez que viemos aqui jogar a Copa do Brasil tinha campanha contra racismo, não é à toa. Xingar, pegar no pé é normal. Agora, me chamaram de ‘preto fedido, seu preto, cambada de preto‘. Estava me segurando. Quando começou o corinho com sons de macaco eu até pedi para o câmera filmar, eu fiquei p... .Quem joga aqui sabe, sermpre tem racista no meio deles. Está dado o recado, agora é ficar esperto para a próxima", desabafou o goleiro.

    A diretoria do Grêmio lamentou o ocorrido e, em nota divulgada à imprensa, disse que já acionou o departamento jurídico para que os responsáveis pela discriminação sejam identificados e punidos. O comunicado diz ainda que caso seja comprovada a participação de sócios no ato racista, eles serão imediatamente excluídos do quadro social do clube e proibido de entrar no estádio novamente. Dois torcedores já foram punidos pelo clube.


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 30.08.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Acusado de destruir propaganda de Ricardo é acionado na Justiça




    A assessoria jurídica da coligação A Força do Trabalho apresentou notícia-crime junto à 72ª Zona Eleitoral da Comarca de Campina Grande contra Arthur Felipe da Costa Genuíno, acusado de destruir propaganda eleitoral do governador e candidato à reeleição Ricardo Coutinho (PSB), durante caminhada realizada pela coligação A Vontade do Povo, encabeçada pelo candidato Cássio Cunha Lima (PSDB).

    De acordo com a denúncia protocolada pelos advogados Rodrigo Silveira de Azevedo, Emanuel Carvalho e André Tavares, o episódio ocorreu no dia 22 deste mês, no bairro de Santa Rosa, em Campina Grande. “Imagens postadas na Internet mostram o acusado, na companhia de uma outra pessoa que não foi identificada, destruindo material de campanha de Ricardo, que estava afixado em uma residência localizada na Rua Antônio Arruda”, explica Rodrigo Silveira.

    Ele informou que, de posse das imagens, a assessoria jurídica da coligação A Força do Trabalho acionou a Justiça com base no artigo 331 do Código Eleitoral, que prevê pena de detenção de até seis meses ou pagamento de multa. “As provas apresentadas comprovam, claramente, a prática do crime eleitoral e o envolvimento do acusado, Arthur Felipe”, observa.

    “O Código Eleitoral assegura a igualdade e equilíbrio da exteriorização da propaganda, bem como a proteção da liberdade de expressão eleitoral, além da propaganda eleitoral regular e lícita”, completa o advogado.


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 30.08.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Ou o PT desconstroi Marina, ou ela varre o PT




     Pesquisa Datafolha mostra que tese da "desidratação" natural de candidata Marina Silva é furada; cravada num empate de 34% com a presidente Dilma Rousseff, depois de ascender 13 pontos percentuais em apenas 11 dias, candidata do PSB já está mais para furacão em plena passagem do que para fenômeno eleitoral furtivo; ou Dilma, o ex-presidente Lula e o marqueteiro João Santana posicionam o PT para apontar todas as suas baterias sobre as fragilidades e contradições da ex-ministra, ou o que está sendo escrito pelo partido é uma história de alternância, e não de manutenção do poder; essa é a ideia?


    247 – Com 50 por cento de intenções de voto na pesquisa Datafolha sobre as eleições para governador de São Paulo, o candidato à reeleição Geraldo Alckmin, do PSDB, não tem dúvidas em continuar dedicando largos espaços em seu programa no horário político à desconstrução do adversário Paulo Skaf, do PMDB. E isso mesmo com Skaf estando 30 pontos atrás de Alckmin. O sentido dos ataques pela tevê é claro: antes que o ex-presidente da Fiesp cresça mais, a ponto de insinuar a realização de um segundo turno, o governador já trata de fazer a desconstrução do adversário como estratégia de antecipação para evitar uma surpresa.

    No plano nacional, nesta sexta-feira 29 o mesmo Datafolha apontou para novo crescimento vertiginoso de Marina Silva, do PSB. Depois de despontar, no levantamento divulgado em 18 de agosto, com 21%, a sucessora de Eduardo Campos deu um estirão de 13 pontos, cravou agora um empate em 34% com a presidente Dilma Rousseff na simulação de primeiro turno, e fez sobre ela uma ultrapassagem por dez pontos na projeção para a segunda rodada. Para esta fase, Marina já exibe 50% de preferências, contra 40% para a presidente. Hoje, portanto, Marina é a virtual presidente da República a partir de 2015.

    É de se perguntar, diante dessa constatação de derrota do governo que vai ganhando ares de consenso entre os especialistas e observadores da cena eleitoral: o que leva o PT de Dilma, do ex-presidente Lula e do marqueteiro João Santana a ser tão complacente, até aqui, com o discurso e o crescimento de Marina?

    Por que o PT que Lula lidera, que elegeu Dilma em 2010 e que tem Santana no comando das ilhas de edição não segue a fórmula clássica executada por Alckmin contra Skaf, que receita para quem quer se reeleger falar bem de si mesmo e das próprias realizações de governo, mas também guarda espaço para explorar rudemente os pontos considerados vulneráveis no principal adversário?

    DE FENÕMENO A FURACÃO - Com o botão do ataque desligado, o que a campanha do PT vai conseguindo até aqui é transformar Marina de fenômeno a verdadeiro furacão que ganha mais força à medida em que avança para o dia do voto, em 5 de outubro. O presidenciável Aécio Neves, do PSDB, nesse contexto, vai sendo, literalmente, dizimado pelo furacão Marina.

    Ao mesmo tempo em que precisou de apenas onze dias para tornar pó o favoritismo que, a duras penas, Dilma exibia antes da morte de Campos, Marina está reduzindo Aécio à condição de náufrago da eleição. Com queda livre do patamar de 21 pontos na metade do mês para a faixa de 15% das intenções de voto agora, o senador mineiro já vê os principais nomes do partido que preside guardarem distância respeitável de qualquer crítica à Marina.

    Toda a ala paulista tucana está marinando, a começar pelo ex-presidente Fernando Henrique, o candidato a senador José Serra e o governador Geraldo Alckmin, que tem no parceiro de chapa Marcio França um legítimo representante do PSB.

    Não será de um PSDB outra vez dividido que sairá alguma ordem unida para combater o crescimento de Marina. Se essa ordem não vier a ser dada pelo triunvirato que dá o rumo à campanha do PT, a mensagem será a de que a ex-ministra do Meio Ambiente já pode, como se diz, encomendar o vestido da posse. Não há sinal tanto no Datafolha desta sexta 29, assim como nas pesquisas anteriores e em todos os radares voltados para a cena, que Marina venha a perder seu favoritismo no caso de não ser incomodada. Relatórios de bancos internacionais já estabelecem em mais de 60% as chances de ela vencer a disputa.

    IMBRÓGLIO DE JATO NEM ARRANHOU - Sobre ela, protegida pela áurea de viúva política de Campos, a crítica ética ou moral não parece colar. Mesmo com a discussão sobre o imbróglio do jato do PSB ter se alongado desde a data da queda, no dia 13 deste mês, Marina não sofreu um arranhão sequer nas aferições de preferências. Ao contrário, decolou para novos céus, onde reluzem estrelas como os seus atuais 34% em primeiro turno e os 50% que pode chamar de seus para a segunda volta.

    No PT, até que o Datafolha demarcasse o que já se esperava, vigorou uma tese, com ares de fantasia, de que Marina iria se "desitratar" sozinha. Na prática, o que está ocorrendo é o contrário, com uma hidratação de votos se mostrando cada vez maior e mais eficaz. Registre-se: em 11 dias entre a divulgação de duas rodadas de pesquisas Datafolha, a candidata do PSB subiu 13 pontos.

    Com um quadro que já não admite análises condescendentes, às portas da entrada do mês final de campanha eleitoral, o certo é que a estratégia política adotada pelo PT está errada. Do contrário, Dilma não estaria em apuros. Com a economia entrando em "recessão técnica", discutir questões ligadas ao desenvolvimento será cada vez menos confortável para a presidente. Isso não impede, porém, que a mesma Dilma chacoalhe a sua campanha, de preferência com a força de Lula ao seu lado, para indicar ao marqueteiro Santana um novo caminho de abordagem no mais poderoso instrumento eleitoral: o programa de tevê no horário político.

    Enquanto Marina não for combatida de frente em suas fragilidades e contradições, o que está sendo escrito pelo PT até agora é uma história de alternância, e não de preservação de poder. Essa é a ideia?


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 30.08.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Mais de 3,5 mil candidatos fazem provas para vagas de concurso da Defensoria Pública da Paraíba neste domingo




    Provas de domingo fazem parte da primeira fase do concurso | |
    Os 3.544 candidatos ao cargo de defensor público de 1ª Entrância na Paraíba farão provas neste domingo (31) disputando as 20 vagas oferecidas. Eles devem se apresentar às 8h da manhã, nos colégios Marista Pio X (Centro), Faculdade Maurício de Nassau (Bairro dos Estados) e Colégio Meta (Bessa), em João Pessoa, onde serão aplicadas as provas do primeiro concurso da Defensoria Pública da Paraíba. O concurso é organizado pela Fundação Carlos Chagas.

    As provas de domingo fazem parte da primeira fase do concurso e serão constituídas por 100 questões de múltipla escolha, com cinco alternativas cada, versando sobre disciplinas constantes no conteúdo programático relacionado no edital. Durante a realização das provas, não será permitido o uso de qualquer tipo de aparelho eletrônico.

    Só será permitido o acesso à sala de provas ao candidato que estiver portando documento de identificação original. Se o candidato ainda não sabe o local onde vai prestar o exame, pode acessar o site da Defensoria Pública (www.defensoria.pb.gov.br) ou o da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br) onde poderá encontrar a listagem completa.

     

    Assessoria


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 30.08.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Candidata do Pros à senadora é contra aborto, maconha e casamento gay




     Leila Fonseca opinou sobre assuntos que causam grande repercussão nacional | |
    A candidata a senadora pela Pros, Leila Fonseca, se posicionou contrária, nesta sexta-feira (29), ao casamento homoafetivo, legalização da maconha e aborto.

    Durante debate realizado pela Rádio Sanhauá, de João Pessoa, Leia Fonseca, que disputa a sua primeira eleição, foi instigada a falar sobre temas que causam muita repercussão nacional.

    “Sou a favor da vida. Reconheço que existe já uma legalização do aborto em caso específico de estupro. Então não há necessidade da legalização do aborto”, disse Fonseca.

    Sobre o casamento homoafetivo, Leila Fonseca explicou que “é a favor da família”, mas respeita a opção sexual “de cada um”.

    “Acho que deve ser respeitada e lutarei para que seja respeitada”, declarou.

    Leila Fonseca também fez comentários sobre a questão da liberação da maconha. Em relação ao tema, ela mostrou posicionamento contrário.

    “Sou contra a liberação da maconha, exceto para casos específicos medicinais e que se faça um estudo e se discuta com a sociedade”, argumentou Leia citando o caso do Canabidiol, onde muitas famílias tem que ir a Justiça para adquirir o medicamento.


    Roberto Targino - MaisPB


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 30.08.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Governo prevê abrir 24,8 mil vagas para concursos em 2015





    O governo pode contratar até 24.867 servidores por concurso público no Executivo no ano que vem para ocupar cargos que já existem e estão vagos ou substituir terceirizados.

    Essas possíveis contratações são definidas no Anexo V da proposta de orçamento federal, que foi entregue ao Congresso Nacional nesta quinta-feira (28) pelo governo.

    A margem de contratação para o próximo ano é menor que a deste ano, que foi de 47 mil servidores, de acordo com o previsto na proposta de orçamento de 2014, divulgado no ano passado. Nesta quinta-feira, o Ministério do Planejamento informou que este número subiu para 50,4 mil servidores (cargos já existentes e substituição de terceirizados no Poder Executivo).

    Estão previstos concursos públicos para várias áreas no Poder Executivo no ano que vem, mas as prioritárias são Educação, Saúde, Segurança Pública, Previdência Social e Econômica, segundo o ministério.

    Se todas as vagas forem ocupadas, a despesa no ano que vem será de R$ 1,8 bilhão para o Executivo (incluindo cargos para civis, militares, substituição de terceirizados e militares do GDF).

    Civis, substituição de terceirizados e militares
    Entre as contratações por meio de concursos para 2015 no Executivo estão 23.468 cargos vagos já existentes para civis, que poderão ou não ser usados; e outros 1.399 cargos para substituir terceirizados – totalizando os 24.867 cargos que podem ser preenchidos por concursos públicos.

    Além dessas, há ainda 7.072 vagas nas Forças Armadas e 2.637 para militares do governo do Distrito Federal. Com isso, há ao todo 34.576 vagas no Executivo, mas nem todas serão preenchidas por meio de concurso.

    Outros Poderes
    Nos Poderes Legislativo e Judiciário, que poderão autorizar as contratações de forma independente, são 4.854 vagas. Para o Ministério Público da União e Conselho Nacional do Ministério Público, estão previstas outras 1.642 e, para a Defensoria Pública da União, mais 172 vagas. Ao todo, portanto, a proposta de orçamento enviada ao Congresso Nacional prevê 41.244 mil vagas - contra 67.777 neste ano.

    Anexo V
    O Anexo V é a parte da proposta orçamentária com autorizações específicas de despesas de pessoal e encargos sociais. Os cargos vagos existentes por ano indicam o limite máximo de postos a serem criados com aprovação no Congresso Nacional e de vagas a serem ocupadas no serviço público, boa parte por meio de concurso público.

    A quantidade de vagas considera os três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário), o Ministério Público da União e o Conselho Nacional do Ministério Público.

    O Anexo V é autorizativo, ou seja, apenas indica uma expectativa de criação de cargos e de ocupação de cargos vagos já existentes, que não necessariamente será total.

    O Ministério do Planejamento ressalta que, levando em conta as condições econômicas, o governo autoriza os concursos que considera estratégicos para o atendimento de programas e áreas prioritárias ao país e essenciais para o funcionamento da administração pública. O ministério autoriza apenas os concursos do Poder Executivo.

    No Anexo V, as vagas que poderão ser utilizadas são as da coluna “Provimento, Admissão ou Contratação”. As vagas da coluna “Criação” dizem respeito a cargos com probabilidade de serem criados por meio de lei.

    A coluna “Criação” do Anexo V traz novas propostas de criação de cargos além do estoque dos “herdados de orçamentos passados”, que tratam de projetos de lei de criação de cargos que tramitam ou aguardam aprovação no Congresso Nacional. Enquanto não forem aprovados, continuarão a constar nos orçamentos seguintes.

     


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 30.08.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Manifesta-se autor de ação que resultou na exclusão do Botafogo-PB





    Vereador Renato Martins taxou decisão de ilegal e arbitrária

    O vereador de João Pessoa, Renato Martins (PSB), autor da ação na Justiça Comum, que ocasionou na denúncia do Botafogo-PB perante ao Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e, posteriormente, na exclusão do time da Série C, em decisão tomada na primeira instância, se manifestou pelo Facebook. Ele chamou a decisão do STJD de arbitrária e ilegal e disse que irá até as últimas circunstâncias para manter o que é certo e o que foi conquistado dentro de campo.

    Veja a manifestação do vereador:

    Decisão ilegal, arbitraria e elitista do STJD, parece não ter fim a forma injusta de se pensar o futebol por esta entidades gestoras. Ta claro que nem o 7x1 serviu de lição para eles. No nosso processo, defendendo meu e nossos direitos, exclusivamente na condição de torcedor, e respaldado pelo estatuto do torcedor, lei federal fincada na carta magna do nosso país, nós vencemos ate no STJ - Repito; A CBF, recorreu mas não derrubou nossa liminar em nenhum a instancia, ela perdeu para nós ate no superior Tribunal de Justiça, porque nossa tese e nosso direito de assistir nossos jogos em casa era e é claro e cristalino. Mas eles terão que respeitar a constituição. Não podemos deixar de lutar pela moralização de nosso futebol, e neste caso pelo respeito aos nossos direitos constitucionais. Desde já estou no acompanhamento das ações da CBF, nos assistiremos os jogos da serie C porque é direito nosso, iremos ate as ultimas circunstancias para manter o certo e o correto, conquistado dentro de campo e com o pagamento de nossos ingressos na condição de consumidores que somos, resguardados de direitos previstos na constituição. #venceremosnovamente

    Da Redação
    WSCOM Online

     


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 30.08.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Procuradoria Geral Eleitoral acata recurso de Vital contra coligação PSB/PT





    Procurador Geral expõe argumentos propondo mudança da aliança do PT
    O procurador-geral eleitoral, Rodrigo Janot, emitiu parecer favorável ao recurso especial eleitoral impetrado pela Coligação Renovação de Verdade, encabeçada pelo senador Vital do Rego Filho, contra o deferimento do Drap (Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários) da coligação A Força do Trabalho, ou seja, contra a aliança PSB/PT.

    No parecer, o procurador diverge da decisão do Tribunal Regional Eleitoral, que alegou que o presidente do PT Nacional, Rui Falcão, não tem legitimidade para falar em nome da Comissão Executiva. "O presidente somente fez valer o que soberanamente foi decidido pelas hostes partidárias. O presidente, enquanto autoridade maior da agremiação, certamente representa a comissão executiva nacional", diz o parecer.


    Confira o parecer completo do Procurador Geral Eleitoral (Crédito: WSCOM )

    Janot, alerta ainda que o prazo entre a convenção e o registro das coligações é curto, o que determinava uma rápida adoção de providência.

    "De tal forma, o acórdão regional está a merecer reforma, devendo ser indeferido o Drap apresentado pela coligação recorrida, no que tange à inclusão do PT no rol dos partido que compõe", diz o parecer.

     


    Walter Santos
    WSCOM Online


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 30.08.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Pesquisa - Marina empata com Dilma




    Pesquisa Datafolha sobre a corrida presidencial, divulgada nesta sexta-feira (29), indica uma situação de empate entre a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, e a ex-senadora Marina Silva, candidata do PSB. Cada uma aparece com 34% das intenções de voto. A seguir, vem o senador Aécio Neves (PSDB), com 15%. Na pesquisa anterior do Datafolha, divulgada no último dia 18, Dilma tinha 36%, Marina, 21% e Aécio, 20%.

    Na simulação de segundo turno entre Dilma e Marina, a ex-senadora alcançou 50% contra 40% da presidente. Na pesquisa anterior, Marina tinha 47% e Dilma, 43%.
    No levantamento desta sexta, Pastor Everaldo (PSC) obteve 2%. Os outros sete candidatos somados têm 1%. Segundo o levantamento, os que disseram votar branco ou nulo são 7%, mesmo percentual dos que não sabem em quem votar.
    Veja os números do Datafolha para a pesquisa estimulada (em que uma cartela com a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado):

    - Dilma Rousseff (PT): 34%
    - Marina Silva (PSB): 34%
    - Aécio Neves (PSDB): 15%
    - Pastor Everaldo (PSC): 2%
    - José Maria (PSTU): 0% *
    - Eduardo Jorge (PV): 0% *
    - Luciana Genro (PSOL): 0% *
    - Rui Costa Pimenta (PCO): 0% *
    - Eymael (PSDC): 0% *
    - Levy Fidelix (PRTB): 0% *
    - Mauro Iasi (PCB): 0% *
    - Brancos/nulos/nenhum: 8%
    - Não sabe: 9%

    (*) Os candidatos indicados com 0% são os que não atingiram 1% das intenções de voto; somados, os sete têm 1%.

    A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo". O Datafolha fez 2.874 entrevistas em 178 municípios nestas quinta (28) e sexta (29). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista.
    A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00438/2014.


    Espontânea

    Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao entrevistado em quem ele pretende votar, sem apresentar a lista de candidatos), os resultados são os seguintes:
    - Dilma Rousseff: 27%
    - Marina Silva: 22%
    - Aécio Neves: 10%
    - Outras respostas: 3%
    - Em branco/nulo/nenhum: 3%
    - Não sabe: 32%
    Segundo turno
    Nas simulações de segundo turno, o Datafolha avaliou os seguintes cenários:
    - Marina Silva: 50%
    - Dilma Rousseff: 40%
    - Brancos/nulos/nenhum: 7%
    - Não sabe: 3%
    - Dilma Roussef: 48%
    - Aécio Neves: 40%
    - Brancos/nulos/nenhum: 9%
    - Não sabe: 4%

    O Datafolha não realizou simulação de segundo turno entre Marina e Aécio.
    Rejeição

    A presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse item da pesquisa, os entrevistados puderam escolher mais de um nome.

    - Dilma Roussef: 35%
    - Pastor Everaldo: 23%
    - Aécio Neves: 22%
    - Zé Maria: 18%
    - Eymael: 17%
    - Levy Fidelix: 17%
    - Rui Costa Pimenta: 16%
    - Luciana Genro: 15%
    - Marina Silva: 15%
    - Eduardo Jorge: 14%
    - Mauro Iasi: 14%


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 30.08.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Banda ‘Revivendo o passado‘ se apresenta no Clube da Pessoa Idosa




     A Banda ‘Revivendo o passado ‘ se apresentou ontem na tarde de seta-feira do Clube da Pessoa Idosa, sob o comando de Edival Varandas,que demonstrou muito contentamento em poder proprocionar alegria e lazer aqueles que frequntam aquele espaço.

    Revelou Edival que é costume se realizar ali. matinês dançantes e que a sua banda já se apresenta ali pela terceira vez. 

    Este blogueiro teve a oportunidade de registrar a alegria e descontração dos idosos,que gostam muito daquele evento, pois para eles é um momento de alegria e congraçamento entre os seus frequentadores e servidores daquele órgão que também dançam incentivando a todos.

    Com relação a Banda de Edival Toscano, com o seu filho que também faz parte do grupo, vale a pena ouvi-la, pois traz músicas de todos os estilos, agradando assim a todos que a ouvem.  






    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 30.08.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Clube da Pessoa Idosa





    Espaço para ginastica Espaço para ginastica

     Ontem este blogueiro foi assistir a uma das matinês dançante do Clube da Pessoa Idosa no Altiplano do Cabo Branco, construído na gestão de Ricardo Coutinho quando se encontrava como prefeito.

    O espaço é muito bonito e bem trado como demonstram as fotos e ali reina acima de tudo muita cordialidade e acima de tudo respeito aos mais velhos por parte da excelente equipe de servidores municipais que trabalham ali. Na casa da Pessoa Idosa, temos salão de festas, piscina, teatro, equipamentos para ginástica, campo para vôlei e outros esportes.

    Ali existe uma infraestrutura completa, tendo até mesmo um veiculo Van que leva r traz os idosos pára participarem dos eventos ali realizados. Realmente na Casa do Idoso a cidadania é exercida em toda sua plenitude.

    De parabéns a Prefeitura de oão Pessoa e todos que trabalham naquele maravilhoso espaço








    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 29.08.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Dobrado ‘Cordialidade‘ do maestro paraibano Joaquim Pereira de Oliveira







    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários


ver mais antigas