Avião de pequeno porte cai no mar em Paraty, na Costa Verde do Rio


 A
Acidente foi registrado próximo à Ilha Rasa, dizem bombeiros.
Aeronave, prefixo PR-SOM, saiu de São Paulo com quatro pessoas a bordo.
Do G1 Sul do Rio e Costa Verde

Um avião caiu na tarde desta quinta-feira (19) no mar de Paraty, na Costa Verde do Rio de Janeiro. Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente foi próximo à Ilha Rasa. O aeroporto do litoral informou que o avião saiu de São Paulo (SP) e caiu a 2 km de distância da cabeceira da pista. De acordo com a FAB (Força Aérea Brasileira), quatro pessoas estavam a bordo. Ainda não há informações sobre a identidade das vítimas.
Por volta de 14h50, a Polícia Militar havia disponibilizado uma lancha para auxiliar nas buscas. A Capitania dos Portos e o Corpo de Bombeiros também trabalhavam no resgate.

Segundo moradores da região, no momento do acidente chovia forte em Paraty. "Eu não vi o momento do acidente só senti um cheiro muito forte de combustível. De onde estou, consigo ver o resgate. Tem uma pessoa tentando sair da aeronave que parece ser de pequeno porte", contou Rosália Ramos Lima, proprietária de uma pousada e restaurante da ilha.

Modelo Hawker Beechcraft King Air C90, semelhante ao que sofreu a queda em Paraty (Foto: Divulgação/Beechcraft)
Modelo Hawker Beechcraft King Air C90,
semelhante ao que caiu em Paraty
(Foto: Divulgação/Beechcraft)
A assessoria de comunicação da Infraero confirmou ao G1 que a aeronave prefixo PR-SOM, modelo Hawker Beechcraft King Air C90, decolou às 13h01 do Campo de Marte, em São Paulo (SP) com destino a Paraty. A aeronave é de pequeno porte e tem capacidade para oito pessoas.
O dono e operador da aeronave é o hotel Emiliano, segundo informações de abril de 2016 disponíveis no Registro Aeronáutico Brasileiro, documento divulgado pela Agência Nacional de Aviação Civil que reúne uma relação de todas as aeronaves brasileiras certificadas pela Anac. O G1 procurou a assessoria de imprensa do grupo Emiliano Empreendimentos e eles não tinham informações sobre o acidente.
Às 15h50, uma equipe do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) estava se dirigindo ao local para apurar as causas do acidente.


Papo d‘ Esquina


 QUANDO CARTAXO DISSER QUE NÃO TERÁ REAJUSTE DAS TARIFAS DOS ÔNIBUS PODE APOSTAR QUE VIRÁ.

Todo ano é a mesma cantilena, ou seja, vêm os dirigentes das empresas de ônibus ou mesmo alguém da Semob e falam do reajuste das tarifas, para o Prefeito Luciano Cartaxo vir e seguida negar, numa jogada bem estudada para que não aconteçam as reações dos usuários. Neste início do ano não foi diferente e o Superintendente da Semob, Carlos Batinga, há alguns dias, surpreendendo a todos, falou para a imprensa de que aquele órgão teria feito estudos das planilhas e que estavam verificando o percentual de reajuste. Ora, se a própria Semob correu para fazer os estudos das planilhas e já foi até dizendo o percentual a ser oferecido. Para que as empresas de ônibus iriam querer assessores melhores do que esses ? Daqui a pouco quem perde o seu emprego é Mário Tourinho.

QUANDO CARTAXO DISSER QUE NÃO TERÁ REAJUSTE DAS TARIFAS DOS ÔNIBUS PODE APOSTAR QUE VIRÁ.

O fato é tal declaração gerou surpresa e a indignação de todos, que não entendiam tal interesse de Batinga, já que o seu interesse deveria ser sempre defender o do povo a quem em tese deveria servir. Confirmando jogo que se repete a cada início de ano, mesmo com um serviço de péssima qualidade oferecido aos passageiros, eis que o Prefeito Luciano Cartaxo, autorizou o percentual de R$ 0,18 deve ficar em média R$ 3,43 a ser aplicado nas costas dos sofridos usuários de transporte público, mesmo em contraponto a uma capital como São Paulo, em que o Prefeito João Doria, por conta da crise não autorizou nenhum reajuste para 2017. Vai ver a situação do povo de João Pessoa é melhor do que a dos paulistanos.

A NÃO NOMEAÇÃO DO MARIDO ‘MY LOVE’, SERIA A CAUSA DA INSATISFAÇÃO DE RAISSA.


Ontem correu a informação de que a vereadora Raissa Lacerda, que é do partido do Prefeito Luciano Cartaxo, não estaria nada satisfeita com a divisão do bolo dos muitos cargos da Prefeitura de João Pessoa - cerca de 70 cargos de primeiro e segundo escalões, sendo a maior equipe de assessores da todas as capitais do Nordeste. Dizem as más línguas, que a magoa vereadora, seria apenas em razão da não nomeação do seu esposo Roberto Aquino, que foi adjunto da Prefeitura na gestão passada. O fato é que Raissa esperava que seu esposo a quem ela chama de ‘My Love’ fosse lembrado na nova composição, o que para desagrado dela não aconteceu.

DEPOIS DE SE REUNIR COM RAIMUNDO LIRA, HUGO MOTA CORREU PARA A CASA DE JOSÉ MARANHÃO.

Na tarde da última quinta-feira (12), o Senador Raimundo Lira, com vários membros do seu partido o PMDB, dentre eles os deputados federais Veneziano Vital do Rêgo, Hugo Motta e André Amaral, além do deputado estadual Nabor Wanderley, para definir uma estratégia de fortalecimento do PMDB na Paraíba. O fato é que depois de sair da casa de Lira, segundo o diretor-tesoureiro da sigla, Antônio de Souza, Hugo Motta e o seu pai, Nabor Wanderley, correram para a residência do senador José Maranhão, onde participaram ali de uma reunião que se estendeu noite adentro e o deputado Hugo Mota teria jurado de pés juntos ao presidente do PMDB na Paraíba que não havia confirmado adesão ao grupo liderado por Lira. E ainda dizem que não existe traição na política.


VENEZIANO DIZ QUE TESOUREIRO DO PMDB ANTÔNIO SOUZA FOI INFELIZ


Por falar em Antônio de Souza, o deputado Veneziano Vital do Rego, perdeu os cabelos mas não perdeu a disposição de luta e de criar intrigas. Ontem o mesmo informado de que o diretor do PMDB, teria dito que os aliados de Ricardo Coutinho deveriam deixar o PMDB, nem pensou duas vezes e se manifestou sobre o “convite” feito pelo tesoureiro do PMDB, Antônio de Souza. Disse Veneziano que Antônio Souza emitiu uma “opinião infeliz” ao falar sobre o senador Raimundo Lira e que o partido precisa de todos os integrantes para que continue forte em nosso Estado.


DEPUTADO WILSON FILHO CRITICA A LENTIDÃO DA OBRA DA BEIRA-RIO


Dia desses tratei aqui, sobre a ponte que está sendo construída na Avenida José Américo de Almeida, cujo trabalho se arrasta tanto que a mesma deveria ter sido inaugurada há um ano. O fato é que após completar um ano de atraso, o deputado federal Wilson Filho (PTB) aproveitou para criticar o atraso e ironizar afirmando que está na expectativa para andar na via pelo menos em 2017‘.Mesmo se metade for inaugurada dentro do prazo, ainda assim falta a segunda parte da ponte para se fazer e nem há ainda previsão de quando começará. Wilson lamentou a demora de mais de três anos para se fazer metade desta obra. Essas demoras das obras de Luciano Cartaxo são tão frequentes, que o mesmo na campanha foi apelidado de tartaruga e tanto não gostou desse apelido pejorativo que em vão buscou a Justiça para evitar que fosse chamado assim pelos adversários. Te cuida Cartaxo.

NA ORLA DO CABO BRANCO UM ESGOTO É DESPEJADO DIRETO NO MAR

Esta semana recebi uns amigos de Rondônia e fui mostrar a orla aos mesmos e ao chegar ao Cabo Branco, mais precisamente nas proximidades do famoso Bar do Cuscuz, uma cena digna de filme de terror e a demonstração clara de que não existe nenhuma fiscalização de nossa orla, por parte dos diversos órgãos que cuidam do meio ambiente. Corre direto para o mar aguas de uma galeria, que deveria ser apenas agua limpa, mas pela cor e fedentina, fica muito claro se tratar de ligações clandestinas de rede de esgotos, sem que nenhuma providência seja adotada. Como se trata de uma área tida como nobre, onde em tese residem os ricaços, vai ver que os fiscais temem coibir tais abusos e quem paga é a natureza e o povo que frequenta aquela pedaço ali do Cabo Branco. Realmente lamentável.


LUCAS SE REÚNE COM SECRETÁRIO DE MEIO AMBIENTE PARA TRATAR DA BARREIRA DO CABO BRANCO


O vereador Lucas de Brito (PSL) se reuniu nesta segunda-feira (17) com o secretário de Meio Ambiente da Prefeitura de João Pessoa, Abelardo Jurema Neto, para discutir a situação da Barreira do Cabo Branco. No encontro, foi avaliada a adoção de medidas emergenciais para solucionar a erosão no local, entre elas, a revitalização da área para evitar o risco de desabamento total. O acesso à Barreira foi fechado para veículos no final de 2014 e, no ano passado, a proibição se estendeu para ciclistas e pedestres por conta do risco que os deslizamentos ofereciam à população, no ponto considerado o mais oriental das Américas. O espaço faz parte do Parque do Cabo Branco, como Zona de Preservação Ambiental e de Proteção Paisagística da cidade. Durante o encontro, que contou com a presença do procurador-adjunto do município, Rodrigo Clemente, o parlamentar salientou a necessidade de uma intervenção urgente e permanente. “Foi uma excelente oportunidade para debatermos sobre as possíveis soluções que poderiam amenizar os impactos da erosão do solo no local em curto prazo”, avaliou Lucas. Pelo visto só quem não entendeu ainda a importância da preservação e contensão da erosão a barreira do Cabo Branco, foi o Prefeito Luciano Cartaxo que terminou o seu primeiro mandato e inicia o segundo e nem toca no assunto dessa urgente e importante obra. Será que o mesmo vai esperar a barreira ruir por inteiro?

ELIZA VIRGINIA DEMONSTRA INSATISFAÇÃO COM COLEGAS TUCANOS

Num pé e outro para assumir nem que seja por alguns dias o mandato de deputada estadual, a vereadora tucana Eliza Virginia que é primeira suplente de deputada da sua agremiação partidária em entrevista a um blog do Anderson Soares revelou total insatisfação com os seus colegas e disse que falta companheirismo aos detentores de mandato na Casa de Epitácio Pessoa que teimam em não tirar licença para assim beneficiar ela Eliza. Ela ainda revelou que até já pensa em deixar a legenda, já tendo até recebido convite do PT do B para disputar uma vaga para a Câmara Federal. Disse ela demonstrando todo o seu desapontamento: “Estou sim insatisfeita. Não existe companheirismo e a consciência de que os suplentes ajudaram na conquista do mandato. Muitos estão doentes e não se licenciam para não abrir espaço. Falta gesto da bancada”.

BIRA DELGADO SE SUBMETE A CIRURGIA E JÁ SE ENCONTRA EM CASA

O cantor, poeta e compositor Bira delgado, se submeteu a rápida cirurgia no inicio da semana e ontem mesmo já recebeu alta e para alegria dos parentes e amigos já se encontra se restabelecendo em casa. Bira que é nosso parceiro em algumas composições, brevemente estará lançando um novo CD com novas músicas como ‘Amor tem que ser assim’ de sua autoria. Bom regresso ao meio musical e dos amigos para esse grande talento Bira Delgado.

PINÇADO DAS REDES SOCIAIS:

O EXÉRCITO DE PROSCRISTOS DO PT - FRANCIS LOPES DE MENDONÇA


Impressiona-me como os pobres são usados como massa de manobra conduzida ao matadouro da incompetência e do subdesenvolvimento espiritual e mental num terrível comboio de “gado novo”, igualzinho ao pessoal do MST, essa coisa forjada para se transformar num exército de proscritos prontos para ir às armas, portanto, massa de manobra financiada e preparada para ser usada como desculpas para acusar as elites brancas, essas mesmas elites que compartilham da corrupção e roubalheiras da falsa esquerda tupiniquim festiva.


CADÊ A GERÊNCIA DO PATRIMÔNIO DA UNIÃO???* - MAURÍCIO RENATO.

Proprietários de casas na praia do poço avançam seus terrenos e tomam o espaço dos banhistas. Quem manda na gerência patrimônio da União?? Esse órgão é uma piada, come no prato de autoridades jurídicas e políticas do estado. Lamentável. Domingo muita gente teve que se deslocar para outros locais da Praia de camboinha, pois não tinha espaço para ficarem. As praias da PB tem dono e a Gerência do patrimônio da União apenas come caladinha e se faz de desinformada. Tirar barzinho de pessoas trabalhadoras da praia é fácil, quero ver derrubar os muros das casas de juízes, promotores, desembargadores e políticos. *Não tiram porque são capachos dessa Turma* Vergonha!!! Vergonha!!!Vergonha!!! Como vamos consertar nosso país se as leis só servem para o pequeno??? Meu caro Mauricio Renato, o fato é que certas pessoas são nomeadas para os cargos sem que tenha o perfil e o mais importante, coragem para enfrentar aqueles – quase sempre poderosos – que teimam em levar vantagem em tudo. O que precisa é o Ministério Público Federal, punir os invasores, bem como aqueles que têm a obrigação de conter as invasões e que covardemente se omitem.

RAMALHO LEITE FALA SOBRE A CRIMINOSA PODA NOS COQUEIROS NA NOSSA ORLA

Eu só queria saber se os servidores da Emlur receberam orientação e, de quem, para não somente podar os coqueiros da orla de Manaira mas também destruir seus frutos. Achei um absurdo. Posso estar errado pois não sou nem agrônomo nem paisagista. Mas como mero bacharel, registro meu protesto contra essa ação abortiva dos coqueiros praianos. Caro Ramalho, por falta de gestor, há muito anos a Prefeitura deixou de realizar tais podas que é feita hoje a bel prazer daqueles vendedores de coco quer sobem nos coqueiros e ali fazem o rapa sem nenhum critério e sem técnica alguma. As pessoas percebem quando o gestor é fraco e então usam e abusam, como é o caso desse verdadeiro crime ambiental praticado diariamente a vista de todos, principalmente dos fiscais da Sedurb que nada fazem para conter essa destruição e a invasão das calçadas da orla, por vendedores ambulantes.

LEILA ARAUJO FALA DA CRISE NOS PRESÍDIOS

Triste quando vejo estes abutres dizer como serão feitos os investimentos nos presídios. ORA! Eles falam em equipar para que se possa cortar o sinal de celulares. Pelo amor de Deus para isso não precisa de investimento algum, cortar Wi-fi, ou wireless que é uma tecnologia de comunicação que não faz uso de cabos, e geralmente é transmitida através de frequências de rádio, infravermelhos etc... Para se acessar uma rede wi-fi é necessário estar na área de abrangência de um ponto de acesso. ENTÃO! Para cortar o sistema não seria necessário apenas cortar o ponto de acesso? Eles nos tiram pra BURROS!

Esta coluna é publicada no http:www.blogdopedromarinho.com e em quatro portais


Marcondes Gadelha revela rumos do PSC em 2018 e diz que partido deve concorrer ao Senado Vice-presidente


Clickpb.com.br 
Vice-presidente do PSC na Paraíba, Marcondes Gadelha descartou concorrer a algum cargo nas próximas eleições. Ele disse que quer permanecer como dirigente partidário

Marcondes Gadelha, presidente do PSC na Paraíba (Foto: Walla Santos)
O presidente do PSC na Paraíba e vice-presidente nacional da legenda, Marcondes Gadelha, disse ao Portal ClickPB nesta quarta-feira (18) que o partido pode ter candidato a senador nas eleições de 2018. “Devemos ter candidatos em todos os níveis: deputado federal, estadual, podemos ter candidato a senador e vamos ter candidato a presidente da República”, assegurou. Já governador, segundo ele, está em aberto.

“Ainda é muito cedo para fixar nomes”, disse Marcondes Gadelha, que já tem definido o grupo partidário formado pelo PSD, PSDB e PMDB para as próximas eleições. "O PSC participou da eleição de Luciano Cartaxo e é nesse grupo que o PSC está", disse.

Marcondes Gadelha descartou concorrer a algum cargo nas próximas eleições. Ele disse que quer permanecer como dirigente partidário.

De acordo com o presidente do PSC Marcondes Gadelha, está cotado para concorrer ao Senado pela Paraíba o empresário e médico Dalton Gadelha, reitor da Facisa. Já o atual presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) Leonardo Gadelha, segundo Marcondes, vai concorrer a deputado federal.

Já Renato Gadelha deve ir para a reeleição. Quem também deve concorrer a deputado estadual é o ex-prefeito de Sousa, André Gadelha, que está no PMDB.

Marcondes disse que o PSC vai divulgar no dia 3 de fevereiro um manifesto à Nação, quando será anunciada a filiação do presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística-IBGE, Paulo Rabello de Castro, ao PSC.

O PSC está decidido a ter candidato a presidente da República no ano que vem, e entre os nomes cotados estão o de Paulo Rabelo e o do polêmico deputado Jair Bolsonaro.


Detran-PB proíbe transferência de veículos em débito com o órgão


Clickpb.com.br

PB, Agamenon Vieira (Foto: Walla Santos)
A partir deste ano a transferência de veículos na Paraíba só será efetivada com a quitação dos débitos do exercício fiscal vigente e o pagamento das taxas de licenciamento. De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB), a medida atende as exigências estabelecidas no decreto nº 23.689, que aprovou a regulamentação do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores – IPVA, e beneficia os compradores que receberão os veículos livres de qualquer pendência.

De acordo com a medida, os proprietários de veículos do Estado da Paraíba que desejem transferir seus veículos deverão quitar todos os débitos do exercício fiscal vigente antes de repassá-los para terceiros, ou seja, deverão efetuar o pagamento do IPVA e das demais taxas que envolvem o licenciamento do automóvel, motocicleta ou ciclomotor.

Segundo o decreto, “nenhum veículo será registrado, inscrito ou matriculado perante as repartições competentes sem a prova da isenção, da não-incidência ou do pagamento do imposto” (art 13). O disposto neste artigo aplica-se igualmente a quaisquer outros atos que impliquem alteração no registro, inscrição ou matrícula do veículo, incluindo o procedimento de transferência de propriedade.

O superintendente do Detran-PB, Agamenon Vieira, lembra que o calendário de pagamento do IPVA é uma benesse do Estado da Paraíba para os proprietários que desejem renovar seu licenciamento, mas não se aplica aos casos de venda e/ou transferência para outro Estado. “Na verdade, o proprietário de um veículo é devedor de todos os impostos e taxas relacionadas ao bem a partir do início do exercício fiscal vigente, ou seja, no primeiro dia útil do ano. Entretanto, para maior comodidade dos usuários, o Detran-PB estabeleceu, juntamente com a Secretaria Estadual da Receita, um calendário de distribuição desses débitos, organizado de acordo com o final da placa dos veículos, mas apenas para fins de renovação do licenciamento, não de venda ou transferência”, explicou.

E completou: “Em outros Estados, como São Paulo, por exemplo, todos os cidadãos devem renovar o licenciamento de seus veículos no mês de janeiro, mas na Paraíba diluímos esse prazo ao longo do ano para propiciar mais comodidade e facilidade ao povo paraibano”.

A mudança visa beneficiar os compradores dos veículos, garantindo o pagamento dos débitos do bem por parte do atual proprietário, de maneira que o novo dono receba o automóvel ou motocicleta livre e desembaraçado de quaisquer pendências relacionadas ao exercício vigente, só devendo se preocupar com esses pagamentos no ano seguinte.


Veneziano comemora andamento de obras da Transposição e ministro promete entrega para fevereiro


 
O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), acompanhou o Ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, na visita feita hoje pela manhã, ao trecho das obras da Transposição do São Francisco, na região da cidade de Monteiro, mais precisamente para verificar as estruturas das estações de bombeamento do trecho (EBV-3, 4, 5 e 6), o túnel Engenheiro Giancarlo e a adutora Monteiro.

De acordo com o auxiliar de Temer, após analisar o andamento das obras, as águas do Rio São Francisco no final do mês de fevereiro.

Pelas redes sociais, o parlamentar afirmou: “Feliz por visitar ao lado do Ministro Helder Barbalho os trechos finais dessa fundamental obra da Transposição que vai garantir o abastecimento d’água de uma das regiões que mais sofrem com a estiagem que é nossa Paraíba”.

ACIONAMENTO - Antes de vir ao Estado da Paraíba, o Ministro esteve em Pernambuco, na terça-feira (17), quando acionou um conjunto de motobomba flutuante no reservatório (Braúnas), em Floresta, no sertão pernambucano. O equipamento possui 150 metros de comprimento e vai acelerar a chegada da água do rio, ainda neste primeiro semestre, às cidades paraibanas de Monteiro e Campina Grande. Ao todo, serão instalados quatro conjuntos neste reservatório - o segundo do eixo.

Flutuantes
Com o acionamento da primeira bomba pelo ministro Helder Barbalho, os técnicos do Ministério da Integração Nacional continuam empenhados na instalação das outras três motobombas, que possuem, juntas, 1.800 metros de tubulação, com um metro de diâmetro. Os quatro conjuntos estão sendo instalados no reservatório Braúnas, onde as águas do rio São Francisco chegaram após percorrer um trajeto de 19,7 quilômetros, desde a captação do manancial no mesmo município.

Os equipamentos vão acelerar a condução da água em 15 quilômetros subsequentes até à terceira estação (EBV-3) do eixo, completando 35,6 quilômetros, após atravessar um reservatório (Mandantes). Caso haja necessidade durante o enchimento dessas estruturas, as bombas poderão ser deslocadas para outros pontos no Eixo Leste.
As bombas foram emprestadas pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), após o ministro Helder Barbalho solicitar ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, a disponibilização desses equipamentos, no final de dezembro de 2016.

Assessoria


Deputado diz que Raimundo Lira consegue reunir unanimidades: ‘aplaudido por tucanos e petistas’


 
Nesta quarta-feira (18), o deputado estadual Raniery Paulino (PMDB) teceu elogios ao senador co-partidário Raimundo Lira. De acordo com ele, Lira é um dos poucos políticos que tem a capacidade de unir adversários em prol de uma causa.
“Ele tem construídos unanimidades ao seu redor, sabíamos que ele canalizaria recursos para interlocuções. Em Brasília, ele já saiu aplaudido por tucanos e petistas ao mesmo tempo”, revelou.

‘Candidatura própria vai unir o partido de novo’, garante deputado estadual sobre racha no PMDB

Paulino revela adiamento de reunião da Executiva do PMDB: ‘clima muito acirrado‘
Em entrevista concedida ao programa Rádio Verdade, da Arapuan FM, o filho de Roberto Paulino aposta que o PMDB deve ser protagonista nas próximas eleições. Citando os parlamentares peemedebistas, o deputado garantiu:

“Quem tem o plantel que nós temos, quadros como esses, não pode bater esteira, não é possível. Hoje, o PMDB da Paraíba é o maior partido em Brasília, a bancada está unida”, arrematou.

Yves Feitosa
Paraiba.com.br


Paulino defende coalizão para eleger Lira governador com Cássio, Cartaxo e RC no mesmo palanque



Ex-governador não descarta a união do PMDB com PSDB, PSD e PSB para juntos disputarem as eleições em 2018 na Paraíba

Por: Iracema Almeida

Após mediar junto a executiva estadual do partido o adiamento da reunião com os membros do PMDB, o ex-governador da Paraíba Roberto Paulino cogita união e formação de chapa única entre seu partido o PSDB, PSD e o PSB. Diante das constantes aglutinações em torno do senador Raimundo Lira (PMDB) e afastamento de alguns deputados das coordenadas do senador José Maranhão, uma reunião estava marcada para essa sexta-feira (18), mas nova data ainda será divulgada.

Leia também: PMDB oficializa adiamento de encontro de sexta; nova data depende de Lira e Maranhão

Paulino defende que para as eleições do próximo ano os três partidos deveriam estar juntos. “Eu tenho certeza que nós poderemos até fazer uma grande aliança, uma grande coalizão. Pode até dizer que eu sonhador, mas não é difícil, em torno do nome do senador Raimundo Lira para governador, porque ele tem acesso, ele é um homem respeitado e tem ligações com diversos partidos aqui no estado da Paraíba, então com certeza ele poderá ser o nome consensual e colocar no mesmo palanque Cássio, o governador Ricardo, Rômulo Gouveia, Cartaxo e outros políticos de expressão estadual.

A intenção do ex-governador é conseguir unir os partidos em apoio à candidatura de Lira para governador. “Nós sempre queremos uma candidatura própria, até porque nesse momento nós temos os melhores quadros, além de Lira é um senador que tem trânsito com muitos partidos, até em nível nacional. Ele é um nome bom para disputar o governo do estado pelo PMDB em 2018”.

Roberto ressalta que esse é um ano de ações e articulações para 2018. “A nossa intenção é trabalhar para fazer o melhor para a Paraíba e conseguirmos recursos e tendenciarmos o partido para disputar as eleições na proporcional e majoritária em 2018. Nesse momento é hora de ajudar o nosso estado a fazer mais investimentos com a ideia de candidatura própria”.


Governador assina ordem de serviço de R$ 2,4 mi para obras de pavimentação no Litoral Sul


 
Pavimentação darão acesso às praias de Carapibus I e II, Tabatinga I e II e Praia do Amor, todas localizadas no litoral sul do estado

O governador Ricardo Coutinho (PSB) assina, nesta quinta-feira (18), às 17h, a ordem de serviço para as obras de pavimentação em paralelepípedos dos acessos às praias de Carapibus I e II, Tabatinga I e II e Praia do Amor, todas localizadas no litoral sul do estado, beneficiando diretamente uma população de mais de 50 mil habitantes do município do Conde.

O conjunto de obras terá uma extensão total de 3,7 km, com um investimento de R$ 2.439.380,40, sendo a empresa Engetech Construções ganhadora da licitação pública realizada pelo Departamento de Estradas de Rodagem, órgão responsável pela sua execução. Os recursos são do Tesouro do Estado.

O prazo para conclusão das obras é junho de 2017. Serão realizados serviços de terraplenagem em cortes e aterros, sistema de drenagem para águas pluviais e subterrâneas, pavimentação em paralelepípedo, sinalização vertical e turística.

Trata-se de mais uma importante obra de mobilidade urbana realizada pelo Governo do Estado na Grande João Pessoa, contribuindo para o desenvolvimento do turismo, que cresce cada vez mais em todo o Litoral Sul do Estado, bem como os habitantes da região. A população e a indústria do turismo são fundamentais para a economia do Estado, assegurou o superintendente do DER, Carlos Pereira, ao destacar a decisão do governador Ricardo Coutinho em contemplar aquela área com infraestrutura.


Vídeo - Posse de vereadores presos é espelho do país



Josias de Souza 18/01/2017 20:29

Costuma-se dizer que há muitos corruptos em Brasília. Mas as pessoas esquecem que eles são enviados pelos eleitores dos seus Estados. Já chegam à Capital prontos. O que aconteceu nesta quarta-feira em Foz do Iguaçu, no Paraná, ajuda a entender o que se passa em Brasília e no Brasil.

Cinco vereadores reeleitos em outubro do ano passado e presos desde dezembro por suspeita de corrupção tomaram posse na Câmara municipal. Chegaram escoltados pela política, prestaram juramento e, depois de empossados, voltaram para a cadeia. Tudo isso sob vaias de manifestantes, pedidos de renúncia dos vereadores-presidiários e gritos de “vergonha”.

Você pode pensar: bom, isso aconteceu no Paraná, na fronteira com o Paraguai. Está muito distante de mim. Engano. Isso acontece no país inteiro. A política apodreceu. E você, que é eleitor, não pode nem se eximir de culpa. Depois de examinar o comportamento dos políticos, que, em tese, deveriam representar o que há de melhor na sociedade é inevitável concluir que o brasileiro parou de evoluir.

Não é à toa que falamos tanto sobre ladrões, assaltastes e facções criminosas. Sem esses personagens, o Brasil de hoje perderia o que tem de mais vital. O país ficaria sem enredo. Nesse contexto apodrecido, ou você reage ou não deve perguntar o que seu país pode fazer por você. Pague o IPTU e o IPVA, que vencem agora, no início do ano, pague todos outros tributos e vê se não chateia.


Receita cobra mais de R$ 10 bilhões de envolvidos em corrupção na Lava Jato



Josias de Souza 

Uma força-tarefa da Receita Federal já autuou 107 contribuintes pilhados em atos de corrupção na Operação Lava Jato. São 64 empresas e 43 pessoas físicas. Juntas, as autuações somam R$ 10,1 bilhões. A cifra inclui Imposto de Renda e CSLL, além de multa de 150% e juros sobre os tributos devidos. As empreiteiras amargaram a maior parte das autuações. Das 64 empresas fisgadas pelo fisco, 53 são empreiteiras. Respondem por R$ 8 bilhões das penalidades. As informações foram veiculadas nesta quarta-feira pelo jornal Valor.

A Receita também chamou para prestar esclarecimentos 17 bancos e corretoras de valores. Esses contribuintes estão sendo tratados como responsáveis solidários pelas infrações fiscais. Considera-se que facilitaram e promoveram, por exemplo, remessas ilegais de dinheiro para o exterior.

Integram a força-tarefa 80 auditores fiscais. Trabalham há dois anos, desde 2014. O trabalho deve ser concluído até o final de 2017. Além dos R$ 10,1 bilhões já lançados, a expectativa é que as ações do fisco gerem mais R$ 5 bilhões em autuações.

O lançamento do débito não significa que o dinheiro será integralmente recolhido aos cofres do Tesouro. Várias empresas já recorreram administrativamente contra as autuações. Acionada, a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional pede na Justiça o bloqueio dos bens dos envolvidos. O fisco vai entrar na fila.


Temer acena com ‘readequação salarial’ em troca de teto para vencimentos dos militares na inatividade


 O governo federal analisa criar um teto para a aposentadoria dos militares, que atualmente ainda se aposentam com o salário integral, e outras medidas “restritivas”, afirmou nesta segunda-feira o presidente Michel Temer em entrevista exclusiva à Reuters no Palácio do Planalto.

“O governo está estudando uma fórmula também restritiva para os militares”, afirmou. “Isso está sendo estudado, pode ter um teto para aposentadoria. Já idade mínima não sei ainda, os técnicos estão estudando.”

De acordo com um estudo apresentado pela Comissão de Orçamento da Câmara, as aposentadorias militares representam 44,8 por cento do déficit da Previdência dos servidores da União, apesar de serem apenas um terço dos funcionários públicos federais. O déficit chegou a 32,5 bilhões de reais em 2015.

 

A contribuição dos militares também é inferior a dos demais servidores públicos. Enquanto os civis pagam 11 por cento em cima do salário bruto, o militares pagam apenas 7,5 por cento.

Ao apresentar a proposta de reforma da Previdência, o governo deixou fora os servidores das Forças Armadas, sob a alegação de que está previsto na Constituição que eles tenham um regime especial –apesar de todas as mudanças previdenciárias terem que ser feitas por Proposta de Emenda à Constituição.

O presidente garante, no entanto, que o governo manda ainda este semestre uma proposta de mudança na Previdência militar. Uma fonte do Planalto explicou, no entanto, que o texto ainda nem mesmo foi apresentado a Temer.

Uma outra fonte que participa das negociações antecipou à Reuters, ainda em dezembro, que o único ponto acertado à época com as Forças Armadas era a ampliação do tempo mínimo de contribuição, dos atuais 30 anos para 35. Não havia acordo para idade mínima e muito menos inclusão dos militares no regime único da Previdência, o que chegou a ser cogitado.

Na entrevista à Reuters, Temer vinculou, de certa forma, a aceitação das mudanças a uma “readequação salarial” pedida pelos militares.

“O governo vai mandar muito proximamente também uma reforma da Previdência para os militares em geral, até porque eles pretendem muito uma readequação salarial para as carreiras”, disse, acrescentando que vê generais no final da carreira com salários de 18 mil, 20 mil reais.

O valor é considerado baixo pelo governo, já que o teto salarial pago a ministros, parlamentares e ministros do Supremo Tribunal Federal é 35 mil reais.


Notícia retirada do Portal do Servidor Federal: http://www.servidorfederal.com/2017/01/temer-acena-com-readequacao-salarial-em.html#ixzz4WC3fdnIm


Fundo Penitenciário bajula bandido e ignora a vítima


 
PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA PREVISTO NUNCA FOI CRIADO OU TEVE VERBA

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTÁ PREVISTO NA LEI QUE CRIOU O FUNPEN, MAS NUNCA FOI CRIADO
PUBLICIDADE

A lei que criou o Fundo Penitenciário Nacional (Funpen), há 23 anos, prevê no inciso IX do seu artigo 3º um “programa de assistência às vítimas de crime” que jamais foi criado e no qual nunca se aplicou um centavo. No site do Ministério da Justiça, o Departamento Penitenciário Nacional informa que o Funpen existe para aprimorar o sistema prisional e não faz qualquer referência a iniciativas de apoio às vítimas do crime.

O Funpen banca ações educativas e culturais e assistência jurídica para presos, diz o site oficial. Não dedica às vítimas nem uma linha.

Especialistas acham que Itamar Franco errou criando o Funpen, dando musculatura ao Depen, cabide de empregos no Ministério da Justiça.

As contas do Funpen são um mistério, mas arrecadou R$ 3 bilhões até 2011 segundo a mais recente edição da “Funpen em Números”, de 2012.

A lei que criou o Funpen prevê a participação de seus representantes em eventos no Brasil ou no exterior. Para isso nunca faltou dinheiro.


Sidebar Menu