Estatisticas do blog

No momento, 7 usuário(s) está(ão) lendo este blog. No total, 2287841 pessoas visitaram esta página.

Clima tempo

Twitter

Publicidade

  • 27.07.2014 | Autor: Pedro Marinho

    João Pessoa, onde o sol nasce primeiro - Fotos









    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 27.07.2014 | Autor: Pedro Marinho

    As belas do domingo - Fotos









    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 27.07.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Mega-Sena acumula e pagará R$ 28 milhões na próxima quarta




     
    A Caixa Econômica Federal divulgou as dezenas sorteadas para o concurso 1.620 da Mega-Sena. O sorteio, que ocorreu neste sábado (26) em São Miguel do Araguaia (GO), não teve acertadores na sena. O prêmio acumulado para o sorteio 1.621 na próxima quarta (30) é de R$ 28 milhões.

    As dezenas sorteadas foram: 13 – 23 – 27 – 34 – 38 – 57.

    A quadra teve 9.539 acertadores e os apostadores receberão R$ 429,64. Já a quina, cujo prêmio foi de R$ 21.094,54, teve 136 acertadores.


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 27.07.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Pastor de igreja da PB se torna campeão mundial de Jiu-jitsu ao vencer luta no Rio de Janeiro




     Há 20 anos Roberto Nogueira, 34 anos, conheceu às artes marciais e se apaixonou pela luta. Há cinco se tornou pastor na Igreja Ministério Internacional Resgatando de Restaurando Vidas (MIRR), em João Pessoa, e ganhou um título: “Pastor do Tatame”. O seu amor pelo Jiu-jitsu o tornou campeão mundial na modalidade.

    Com uma vasta experiência no tatame, o pastor-lutador natural do Rio de Janeiro conquistou recentemente mais um título importante para a sua galeria de medalhas: Campeão no Absoluto Mundial no Rio de janeiro. Ele venceu sete lutas e competiu com atletas de diversos países, representando à Paraíba.

    Nogueira foi apresentado ao universo da luta quando tinha pouco mais de 12 anos. “Eu era uma criança muito imperativa. Na rua, eu arrumava algumas confusões, briga e daí fui convidado a praticar o esporte e me apaixonei pelo karatê e, consequentemente, o Jiu-jitsu”, comentou.

    Em entrevista, Nogueira revelou que em pouco mais de um ano conquistou pódios importantes tanto no Brasil como fora. Em 2013, foi campeão na Alemanha e na Copa Fite de Olinda-PE, vice-campeão no Absoluto no Circuito Nordestino em João Pessoa. Em 2014 conquistou o 1º lugar no Natal Open Nordeste, campeão estadual em João Pessoa, campeão Open Paraíba, sediado em João pessoa, e recentemente se tornou campeão mundial no Absoluto no Rio de Janeiro. O próximo desafio vai ser em novembro na Califórnia, nos Estados Unidos.

    Mesmo se consagrando em competições nacionais e internacionais, Roberto Nogueira desenvolve um trabalho social com crianças, jovens e adolescentes, através do esporte e do evangelho. “Sou pastor dos jovens e nessa temática a gente faz um trabalho voltado para eles mostrando sempre o caminho certo”.

    Além das atribuições religiosas, o pastor também dar aulas em uma academia, no bairro do Bessa, em João Pessoa, para crianças, adultos e mulheres. Ele integra a equipe ‘Roberto Nogueira Jiu-jitsu”.


    Do Portal Correio


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 27.07.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Empreiteiro relata a ministro um achaque do PR


    Beto Barata
    Beto Barata

    Josias de Souza

    Dias antes de ser deslocado por Dilma Rousseff do comando dos Transportes para a pasta dos Portos, no mês passado, o ministro César Borges recebeu em seu gabinete Djalma Diniz, dono da Pavotec Pavimentação e Terraplenagem, sediada em Minas Gerais. O empreiteiro informou ao ministro que estava sofrendo um “achaque” do Partido da República. A legenda exigia que ele repassasse a deputados parte da receita obtida em contratos firmados nos Transportes.

    Em conversas gravadas, o repórter Rodrigo Rangel reconstituiu o episódio. Relatou-o em notícia veiculada na última edição de Veja. Ele conta que, no total, a Pavotec mantém com o Ministério dos Transportes negócios de cerca de R$ 2 bilhões. A pressão do PR referia-se a dois contratos celebrados no início do ano com a estatal ferroviária Valec —um de R$ 514 milhões. Outro de R$ 719 milhões.

    De acordo com o relato do empreiteiro Djalma Diniz, quem o procurou para exigir o pagamento de propina foi o deputado federal baiano João Carlos Bacelar Filho. Em conversa com pessoas de sua confiança, César Borges contou o que ouviu: “O dono da Pavotec me procurou no ministério para dizer que o deputado João Bacelar está cobrando dele uma participação nos contratos com a Valec.”

    João Bacelar se apresentava como emissário do PR. E o empreiteiro quis saber do ministro se o deputado estava mesmo autorizado a falar em nome da legenda. Filiado ao PR, o ministro disse que não. Djalma Diniz se recusou a realizar os pagamentos. E o deputado Bacelar passou a desqualificar o empreiteiro e a conspirar contra o ministro.

    Em privado, João Bacelar dizia que a Pavotec obtivera contratos com a Valec graças à interferência do PR. E teria se comprometido a repassar à legenda parte de seus ganhos. Mencionava cifras: “Era coisa de 90 a 100 milhões de reais”. Nessa versão, ao recusar-se a realizar os pagamentos, o empreiteiro rompia um acordo. Segundo o repórter, Djalma Diniz realmente reuniu-se com parlamentares em Brasília. O deputado baiano era um de seus interlocutores.

    Ouvido, João Bacelar desancou o dono da Pavotec: “Esse Djalma é um chantagista”. No dia seguinte, procurou o repórter para se reposicionar em cena: “Não posso dizer que o considero chantagista. Apenas o qualifiquei conforme ouvi em muitos boatos.” Por meio de um advogado, Bacelar ameaçou processar Veja caso a reportagem fosse publicada.

    Procurado, Djalma Diniz demorou uma semana para se pronunciar. Tentou negar que tivesse procurado o ministro. Informado sobre os detalhes colecionados pelo repórter, recorreu à desconversa: “Eu ando muito esquecido. Estou até com medo de estar com Alzheimer.” Instado a explicar seus encontros com o deputado Bacelar, o empreiteiro soou assim: “Ele estava me propondo um negócio numa pedreira que ele tem numa fazenda na Bahia.”

    Cesar Borges mandou dizer, por meio de assessores, que não comentaria o assunto. Em privado, deu a entender que informara o Palácio do Planalto sobre o ocorrido. Dilma também serviu-se de auxiliares para falar sobre o tema. Ela negou ter tomado conhecimento da encrenca. Mandou dizer que, se um ministro lhe relatasse algo parecido, mandaria encaminhar o caso à Polícia Federal, ao Ministério Público e aos órgãos de controle. Ainda está em tempo.

    Hoje, César Borges é ministro-chefe da Secretaria de Portos. Foi desalojado dos Transportes por exigência do PR. Seguindo orientação do mensaleiro preso Valdemar Costa Neto, seu maior cacique, a tribo do PR condicionou o ingresso da legenda na coligação reeleitoral de Dilma à saída de Borges do ministério. Em troca de 1min15s de tempo de propaganda no rádio e na tevê, a presidente da República cedeu. Com isso, Dilma ressuscitou o grupo político que havia sido varrido dos Transportes na pseudofaxina de 2011.


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 27.07.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Paulo Skaf foge de Dilma por medo de ‘contágio’




    Josias de Souza

    Alheio aos apelos do vice-presidente da República Michel Temer, Paulo Skaf, candidato do PMDB ao governo de São Paulo, reiterou nesta sexta-feira que não cogita enganchar sua campanha à de Dilma Rousseff. “O PT tem uma candidatura própria no Estado. E, quando se fala em palanque duplo, você confunde a cabeça do eleitor. O PT escolheu e lançou um candidato, assim como o PMDB. São candidaturas independentes.''

    Um dos operadores do comitê de Skaf explicou ao repórter o que está por trás da aversão de Skaf à companheira de chapa do correligionário Michel Temer:

    “Segundo o Datafolha, 47% dos eleitores de São Paulo declaram que não votariam em Dilma nem pintada de ouro. O instituto também informa que, num eventual segundo turno, Dilma seria derrotada no Estado por Aécio Neves [50% a 31%] e até por Eduardo Campos [48% a 32%]. Por que deveríamos nos vincular a ela? Errar é humano. Mas nem o apreço que temos pelo Temer justifica escolher o erro em São Paulo só porque ele foi cuidadosamente planejado em Brasília.”


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 27.07.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Hora do Riso...- Horário Eleitoral





    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 27.07.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Além de Maluf, MPE também pede impugnação de Marco Feliciano





    Conhecido pelas polêmicas declarações contra gays e negros, o deputado federal Marco Antonio Feliciano (PSC) teve o pedido de impugnação da candidatura à reeleição registrado no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) nesta sexta-feira (25).

    O deputado faz parte de uma lista com 825 nomes que tiveram contestação judicial no Estado e deverá prestar esclarecimentos à Justiça para que a candidatura tenha validade na eleição de outubro.

    O pedido de inelegibilidade de Marco Feliciano foi aberto pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), assinado pelo procurador regional André de Carvalho Ramos.
    Na petição ao juiz do TRE-SP, o procurador afirma que o polêmico pastor deixou de anexar várias certidões que comprovam que os direitos políticos dele estão em ordem e valendo, conforme cópia do processo que o Terra Magazine teve acesso.

    Feliciano é a grande aposta do PSC como puxador de votos em 2014, justamente pela visibilidade que ganhou ao criticar as ações de gays, lésbicas e movimentos sociais no Congresso Nacional.

    Na declaração que entregou para a Justiça Eleitoral neste ano, o pastou declarou ter dono de R$ 1.341.464,92 em bens pessoais.

    O valor é 111,3% maior que os R$ 634.800,00 declarados na eleição de 2010, quando foi eleito deputado federal pela primeira vez.

    Além de Feliciano, os deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) e mais treze deputados de São Paulo também terão que prestar esclarecimentos à Justiça Eleitoral para continuarem no pleito de outubro.

     


    Terra


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 27.07.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Pretinha se prepara para retorno às corridas na capital paraibana





    Atleta vai disputar a Meia Maratona de João Pessoa, que acontece no domingo (3), na praia de Tambaú

    Reprodução/TV Correio
    Pretinha treina para a Meia Maratona de João Pessoa
    Uma lesão no joelho direito obrigou a atleta Ednalva Laureano, a Pretinha, a diminuir o ritmo e a intensidade dos treinamentos. A paraibana chegou a anunciar sua aposentadoria do atletismo. Porém, a atleta não conseguiu abandonar as corridas completamente.

     Portal Correio

    Apaixonada pelo esporte, Pretinha voltou a treinar de forma mais leve e, somente este ano, já participou de três competições. Agora o objetivo da atleta é concluir a meia maratona de João Pessoa, que será disputada no domingo (3), na praia de Tambaú.

    Treinando uma hora e meia por dia, Ednalva Laureano acredita que pode conquistar o pódio da corrida, apesar de reconhecer que a prova não será fácil.

    “Estou feliz porque se aproxima o dia dessa grande corrida e espero chegar bem, mesmo reconhecendo que será uma prova muito difícil, pois grandes nomes do atletismo nordestino estarão em João Pessoa na briga por essa premiação”, diz Pretinha.


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 27.07.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Denúncia de propina vira guerra entre PSB e Folha




     
    :
    Manchete de quarta-feira da Folha de S. Paulo, sobre suposta propina de R$ 6 milhões que seria paga ao Pros para garantir apoio a Paulo Câmara, candidato do PSB escolhido por Eduardo Campos para sucedê-lo, gerou direito de resposta; jornal de Otávio Frias Filho, no entanto, luta para não ter de acatar a determinação judicial do juiz José Ivo de Paula Guimarães; "censura", diz o advogado da Folha, Luis Francisco Carvalho Filho; "O jornal pode divulgar o que bem entender, tem liberdade de expressão. Mas também é legítimo ao candidato pedir direito de resposta", diz o coordenador jurídico da campanha de Câmara, Carlos Neves Filho
    26 DE JULHO DE 2014 ÀS 18:42

    Paulo Emílio, Pernambuco 247 - A denúncia veiculada pelo jornal Folha de São Paulo de que lideranças do PP e do Pros teriam oferecido dinheiro para que o PROS-PE apoiasse o PSB na disputa pelo Governo de Pernambuco virou uma briga que parece longe de terminar. Após o candidato socialista Paulo Câmara conseguir obter, na última sexta-feira (25), uma liminar determinando que o jornal publique em até 48 horas o direito de resposta e a retirada da matéria com as denúncias do seu site, a Folha de São Paulo anunciou, neste sábado, que irá recorrer da decisão do desembargador José Ivo de Paula Guimarães, do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE).

    As denúncias veiculadas pela Folha, na última quarta-feira, foram feitas pelo deputado federal José Augusto Maia (Pros-PE). Segundo o parlamentar, que exerceu o cargo de presidente da legenda em Pernambuco, o líder do PP na Câmara Federal, Eduardo da Fonte, e o presidente nacional do Pros, Eurípedes Júnior, teriam oferecido dinheiro para que o Pros pernambucano apoiasse a postulação de Paulo Câmara – cuja coligação conta com 21 partidos – e não a candidatura de Armando Monteiro Neto (PTB).

    A denúncia atingiu em cheio a campanha de Câmara que ingressou com uma ação na Justiça pedindo direito de resposta a retirada da matéria do site do jornal. A decisão judicial favorável a Câmara saiu nesta sexta-feira e o jornal entrou com uma medida cautelar junto ao Plenário do TRE-PE para tentar conseguir um efeito suspensivo.

    Em sua decisão, o juiz José Ivo de Paula Guimarães, considerou que a publicação divulgou "matéria de conteúdo calunioso, difamatório e injurioso que atinge o representado, apesar de o denunciante ter asseverado não ter provas de suas afirmações" .

    "É uma decisão que comete uma grave inversão de valor. A Justiça Eleitoral, em vez de apurar o conteúdo da informação jornalística, que é grave, prefere exercer um ato que equivale a um ato de censura", afirmou o advogado da Folha de São Paulo, Luís Francisco Carvalho Filho. "O candidato nem é acusado de nada na matéria, portanto não há nenhuma referência ofensiva a ele, razão pela qual esse pedido de resposta é absolutamente descabido. O jornal cumpriu o dever de transmitir uma informação de interesse público e a concessão do direito de resposta ao candidato viola a Constituição brasileira”, disse.

    "Não entendemos como censura, de forma alguma. O jornal pode divulgar o que bem entender, tem liberdade de expressão. Mas também é legítimo ao candidato fazer esse pedido", disse ao jornal o coordenador jurídico da campanha de Câmara, Carlos Neves Filho.


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 27.07.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Coordenação do PSB diz que “Ricardo perde na pesquisa e ganha nas urnas”




    ”Célio Alves lembrou histórico dos resultados das pesquisas divulgadas na Paraíba | |
    O coordenador de campanha da coligação “A Força do Trabalho”, que tem Ricardo Coutinho (PSB) como candidato ao governo do Estado, radialista Célio Alves, avaliou os números divulgados na primeira pesquisa eleitoral após o registro das candidaturas na Paraíba.

    De acordo com Célio Alves, “o histórico de erro e manipulação das pesquisas, na Paraíba, fala por si só”. Segundo ele, “Ricardo é o político que perde na pesquisa e vence nas urnas”.

    O socialista aparece em 2º lugar no levantamento feito pelo Instituto Souza Lopes, com 29,2% das intenções de voto.

     

    MaisPB


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 27.07.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Sales Dantas processa Chico Barreto e o chama de "boca suja"




    blogdotiaolucena.com


    O radialista Sales Dantas, responsável por revelar à Paraíba um esquema de ‘compra’ de agentes políticos em favor da candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) ao Governo do Estado, utilizou as redes sociais para divulgar nota rebatendo os ataques desferidos contra ele pelo professor Francisco Barreto, ex-vereador da Capital.

    Sales, que já exerceu o mandato de vereador em João Pessoa, aproveitou a nota para anunciar que estará acionando judicialmente o professor Francisco Barreto pelo crime de calúnia e difamação.

    Confira abaixo na íntegra a nota publicada por Sales em sua conta no Facebook.

    Mestre da maldade

    Na ânsia de dar vazão ao ódio que alimenta contra o governador Ricardo Coutinho há mais de dez anos, por razões que a Paraíba bem conheceu nas eleições de 2004, o professor Francisco Barreto comete um ato de extrema leviandade ao divulgar “carta” para imprensa acusando-me de ter conduzido denúncia levantando suspeição sobre sua participação no processo eleitoral daquele ano.

    Esquece ou finge esquecer o ilustre professor, famoso apenas pelos esforços fracassados que sempre adotou para se tornar famoso, que, em juízo, meu depoimento sobre o referido caso não passou de simples e objetiva narração das notícias que circularam na época, admitindo, no entanto, que não se tinha provas concretas das suspeitas comentadas. Ou seja, que, apesar da boataria, eu não poderia incriminá-lo diretamente. Mas, como disse, a ânsia em odiar Ricardo, sentimento que se tornou a principal razão do apagado viver do professor Francisco Barreto, levou-o a querer, mais uma vez, se colocar no protagonismo de um processo eleitoral, talvez pelo receio de morrer anônimo, angustiado pelas próprias carências. Ou até mesmo pela necessidade que alguém o considere um bajulador capacitado

    Agora sim terei motivos para incriminá-lo, processando-o por calúnia e difamação. Querer vincular episódios sem relação alguma, atacando para isso minha honra, patrimônio inabalável pra mim, é querer esconder as evidências de um esquema de compra de prefeitos que corre o risco de transformar a eleição na Paraíba num verdadeiro balcão de negócios. Aliás, o professor Barreto, que se dizia candidato das mãos limpas, deveria ser o primeiro a se levantar contra isso e cobrar explicação dos atos do prefeito de Caiçara e seus “novos aliados”. Mas, ao que parece, as mãos limpas se curvaram a uma boca suja. Que será punida com os rigores da lei.

    Sales Dantas


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 27.07.2014 | Autor: Pedro Marinho

    A pesquisa Correio analisada por Fernando Caldeira e Lena Guimarães:Jornalistas constatam que a diferença de Cássio pra Ricardo caiu pra 9 pontos




     

    Publicado por Tião Lucena 


    A pesquisa Correio analisada por Fernando Caldeira e Lena Guimarães:Jornalistas constatam que a diferença de Cássio pra Ricardo caiu pra 9 pontos


    Do www.fernandocaldeira.com.br

    A segunda pesquisa (estimulada) Correio/Souza Lopes aponta que o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), da ‘Coligação A Vontade do Povo’, aparece na preferência do eleitorado paraibano com 45,5% das intenções de votos na disputa pelo Governo do Estado. O governador Ricardo Coutinho (PSB), da ‘Coligação A Força do Trabalho’ está em segundo lugar com 29,2% das intenções de votos. O senador Vital do Rêgo (PMDB), da ‘Coligação Renovação de Verdade’, que pela primeira vez aparece nas pesquisas, foi a escolha de 4,4% dos eleitores ouvidos. O deputado federal Major Fábio (PROS) aparece em quarto lugar com 0,8%, seguido de Antônio Radical do PSTU e Tárcio Teixera do PSol que estão empatados com 0,1%

    A pesquisa foi encomendada ao Instituto Souza Lopes e ouviu 1500 pessoas entre os dias 19 e 22 de julho em 55 municípios da Paraíba e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) no último dia 20, sob o protocolo PB-00013/2014.

    A margem de erro da pesquisa é de 2,6 pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiança é de 95%.

    Espontânea

    Já a pesquisa espontânea, onde o entrevistador não sugere nomes e deixa o eleitor a vontade para pronunciar o voto, a diferença entre Cássio Cunha Lima, que obteve 32,7%, e Ricardo Coutinho, que obteve 23,5%, cai para 9,2%. A pesquisa espontânea é considerada por muitos como a que melhor aufere a vontade popular, vez que traduz o voto consolidado do eleitorado.

    Lena Guimarães – Comentário

    “Na nova pesquisa Souza Lopes/Correio, o senador Cássio Cunha Lima mantém chances de ganhar no 1° turno, pois tem 45,5% das intenções de votos contra 34,6% dos seus adversários, juntos. Contudo, o governador Ricardo Coutinho cresceu mais e diminuiu a diferença entre eles, que em junho era de 18,7 pontos percentuais, para 16,3.

    Ricardo tinha 27,4% em abril, 26,6% em maio, 25,1% em junho, e agora tem 29,2%. Cássio começou essa sequência de pesquisas com 42,9% em abril, 45,9% em maio, 43,8% em junho, e agora tem 45,5%.

    Enquanto Ricardo cresceu 4,1 pontos percentuais no último mês, Cássio subiu apenas 1,7.”

    Fernando Caldeira – Comentário

    Acredito mais nas pesquisas espontâneas, já pelo significado linguístico que a palavra espontâneo expressa. Por que, claro, o que é espontâneo, vem de dentro, vem da alma, vem do sentimento.

    Assim sendo, e percebendo que a diferença pró-Cássio na espontânea é de 9,2%, entendo que nada está decidido e que a campanha está aberta tanto para o candidato tucano quanto para Ricardo Coutinho (PSB).

    Aprofundando um pouco mais a análise dos números, e considerando que a margem de erro da pesquisa é de 2,6%, podemos chegar, ainda, aos seguintes cenários:

    1°) CCL – 32,7 + 2,6 = 35,3% / RC – 23,5 + 2,6 = 26,1%; Diferença pró Cássio = 9,2%;

    2°) CCL – 32,7 – 2,6 = 30,1% / RC – 23,5 – 2,6 = 20,9 %; Diferença pró Cássio = 9,2%;

    3°) CCL – 32,7 + 2,6 = 35,3%/ RC – 23,5 – 2,6 = 20,9 %; Diferença pró Cássio = 14,4%;

    4°) CCL – 32,7 – 2,6 = 30,1% / RC – 23,5 + 2,6 = 26,1 %; Diferença pró Cássio = 4,0%.

    Assim sendo, concluímos que, em face exclusivamente dos dados apresentados pela pesquisa espontânea, podemos ter Cássio na frente de Ricardo com 14,4%, como também podemos ter Cássio na frente de Ricardo com 4,0%.

    Sinceramente, a mim me parece um quadro absolutamente indefinido, principalmente levando-se em conta a existência de um contingente considerável de 10,7% de indecisos.

    Agora, alheio aos números apresentados, e tendo a Paraíba 223 municípios e sendo a pesquisa realizada em 55 deles, podemos considerá-la representativa da opinião média do eleitorado? Mais: qual a distribuição geográfica por regiões desses municípios pesquisados? E ainda: qual o peso eleitoral (ponderação) dada a cada um dos municípios pesquisados e que parâmetros foram utilizados para valorá-los?

    Pesquisa é um hieróglifo que poucos sabem decifrar, e aí fica o desafio da Esfinge de Tebas: “decifra-me ou te devoro!”

     

     

     


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 26.07.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Papo d' Esquina


     SALES DANTAS E A GRAVAÇÃO SOBRE A PREFEITOS

    Na última quinta, feira em entrevista na API – Associação Paraibana de Imprensa, o secretário Executivo de Comunicação do governo, Celio Alves e o juridico da coligação encabeçada por Ricardo Coutinho, numa entrevista previamente convocada, revelaram que o ex-secretário de estado e jornalista Sales Dantas, se fazendo passar por um assessor do candidato Cássio, telefonou para o prefeito de Caiçara, Cícero Francisco Da Silva e ouviu dele que existiria um acerto para ele e mais alguns vereadores daquela cidade apoiarem a candidatura de Cássio para governador e de Ricardo Marcelo para deputado estadual, ficando tal apoio orçado em R$ 600 mil. Depois de tal revelação como não poderia deixar de ser a coligação do candidato Cássio Cunha Lima, desmentiu a denúncia e revelou que vai processar Sales Dantas por falasidade ideologica. A propósito, o denunciante Sales Dantas ao ser informado de que poderia ser processado foi enfático: “O que fiz foi denunciar um crime eleitoral, se isso é menos importante que a ligação dizendo outro nome então tem que repensar este País. E o crime não vale nada?” Pois bem o fato gerou muita discussão nas redes sociais, pois alguns pessoas mesmo desconhecendo os fatos se apressaram a acusarem Cássio Cvunha Lima e outros se apressaram a defendê-lo. Uma perguntinha; Não seria ao caso de se aguardar a apuração por partede da Polícia Federal, para só então formar juizo de valor?

    PREFEITO DE CAIÇARA RECONHECE A GRAVAÇÃO, PORÉM DIZ QUE FOI TUDO BRINCADEIRA


    Ontem através de nota a imprensa o prefeito de Caiçara Cícero Francisco da Silva, não negou a existência da gravação, porém negou a existência de qualquer negociata, ou qualquer outra ação nesse sentido, para declarar apoio a Cássio, a não ser a razão já explicada em nota enviada a imprensa no início da semana. Para justificar tudo que falou e os valores informados na gravação, o gestor revelou que insistentemente o senhor Sales Dantas ligou para ele até que o mesmo resolveu atender. Pela forma como se comportava Sales, ele deduziu que se tratava de uma armação, uma brincadeira de mau gosto. Mas alegando ingenuamente, entrou no jogo e, permitiu que a conversa se aprofundasse e chegasse até o momento em que se falou de valores para oferecer apoio a Cássio. Disse o prefeito Cícero que tinha certeza que não poderia ser séria a conversa, pois tinha a certeza de que jamais alguém conversaria determinado assunto pelo telefone. Sem acreditar que a conversa fosse tomar o rumo que tomou, o Prefeito criou histórias e contou fatos que não aconteceram, envolvendo, inclusive, terceiros. Então tá, cada um tire as suas próprias conclusões.

    VENEZIANO SE DIZ ESTARRECIDO COM AS DENÚNCIAS DE COMPRA DE PREFEITOS PELO PSDB

    Depois da divulgação de tal denúncia o ex-prefeito de Campina Grande e candidato a deputado federal pelo PMDB, Veneziano Vital do Rêgo, utilizou às redes sociais para externar sua indignação com a denúncia de que o prefeito da cidade de Caiçara, Cícero Francisco da Silva, teria se ‘vendido’ para aderir à candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) ao Governo do Estado.Em sua página no Facebook, Veneziano se disse “estarrecido” a denúncia de crime eleitoral. “Tomamos conhecimento, estarrecidos, das razões de adesões ao PSDB. Será que as populações dos respectivos municípios sabem e concordam com essas práticas? À frente, listaremos os possíveis beneficiados. Cobrem na eleição”, postou o ex-prefeito de Campina Grande.


    RICARDO DIZ QUE ALGUNS TENTAM FAZER DA POLÍTICA BALCÃO DE NEGÓCIOS

    Outro que também se manifestou sobre a denúncia foi O governador Ricardo Coutinho (PSB), candidato à reeleição, o mesmo lamentou que estejam tentando fazer da política na Paraíba um balcão de negócios como se isso fosse algo natural. "Isso faz com que a política, que é o mais importante instrumento de transformação de uma sociedade, seja desacreditada. Política tem que ser feita com moralidade e ética. A ética não pode ser escondida debaixo do tapete ou servir apenas para discurso político em campanha, pois tem que ser uma prática cotidiana", afirmou o governador, durante encontro com lideranças do Brejo, em Guarabira.

    AS OLIGARQUIAS QUE SE PROPAGAM

    Um estudo revela que 44% dos deputados federais eleitos no último pleito de 2010 (228 dos 513) têm algum parente na política. Desses mais de 53% são ‘herdeiros’ políticos: Filhos, sobrinhso ou netos de políticos. Tal fenomeno infelizmente acontece em todo Brasil e muito principalmente no Nordeste e na nossa Paraíba. Aqui seguiram os passos dos seus familiares nos mais diversos mandatos, CássIo Cunha Lima, Aguinaldo Ribeiro, Benjamim Maranhão, Leonardo Gadelha, Léa Toscano, Damião Felliciano, Olenga Maranhão, Caio Roberto, Efraim Filho, Hugo Motta, Manoel Junior, Nilda, Veneziano e Vital do Rego, dentre outros. Por que será que somente os filhos e sobrinhos de polticos são competentes para ´desempenharem mandatos, não seria a hora de oxigenar a nossa política e as casas legislativas com novos nomes e novas caras?

    CUSTO DOS DEPUTADOS E SENADORES

    Por falar em parlamentares a brincadeira é muito boa dai a loucura para se obeter um mandato. Segundo calculos da ONG Trasparência Brasil, o Mandato de um deputado federal brasileiro tem um custo final de R$9,6 milhões.Já um senador no final de seu mandato terá um custo de R$ 43 ,6 milhões, tendo o Brasil que gastar,19 do Produto Interno Bruto com o financimanto do poder legislativo na esfera dfederal.Certamente é muito dinheiro para um parlamento tão desacreditado e com tão poucos resultados, que interessam realmente a população, como por exemplo a reforma penal a a mudança do ECA.


    MICHEL TEMER REVELA QUE O PT NACIONAL JÁ DECIDIU QUE A LEGENDA AQUI NA PARAÍBA VAI CAMINHAR COM O PMDB

    Em rápida visita a nossa capital o vice-presidente da Republica e presidente do PMDB Michel Temer, depois de muitos abraços e discursos, revelou que a presidente Duilma e o ex-presidente Lula virão subir no pallanque de Vital do Rego e que também tudo camiha para que o PT definitivamente apsse a apoiar Vital, abandonando assim a candidatura de Ricardo Couitnho. Se Diolma na outra eleição sequer veio aqui pedir votos para si mesma, se tal acontecer agora, pode-se dizer que Vital tem muito prestigio lá pelas bandas do Planalto.

    ESTUDANTES DE JOÃO PESSOA SÃO CAMPEÕES NA CATEGORIA SUPER TEAM DA ROBOCUP

    Os alunos da Escola Apolônio Sales da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) disputaram a final da RoboCup, nesta quinta-feira (24), em uma nova categoria, a Super Team, e foram campeões. A equipe Apolo formou um novo grupo com estudantes dos Estados Unidos e da Áustria, intitulado Brazilian Circus of the Genius. “Nós fomos pegos de surpresa. Não tínhamos conhecimento dessa disputa até porque tínhamos encerrado nossa participação na última quarta-feira. Tivemos praticamente uma tarde para montarmos um projeto junto com esses outros dois países, fazendo uma união de nossas apresentações. E para nossa surpresa, vencemos”, disse a coordenadora da Robótica Pedagógica nas escolas da Rede Municipal, Sineide Andrade. Há alguns meses nas olimpíadas de robótica no estado de São Paulo, a cidade de João Pessoa enviou uma grande representação, cujo número superou todos os participantes do estado de Pernambuco. Tal resultado não cai do céu e a bem da verdade, teve inicio no ano de 2005 na gestão de Ricardo Coutinho à frente da Prefeitura de João Pessoa, quando implementou aulas de robótica em toda rede municipal de ensino.


    MAIS UM NOVO PARTIDO POLÍTICO, AGORA SERÃO AGORA SERÃO 33

    Se não já bastasse a maçaroca de partidos políticos existentes, muitos criados somente para suspeitas negociatas. Tal legenda denominada ‘Partido Novo’ já solicitou registro no TSE. Pode até parecer brincadeira, mas dos 32 partidos hoje existentes, nove deles sequer contam com um único representante no Congresso Nacional. O fato é que pelo Brasil afora alguns grupos políticos se apoderam da direção de tias legendas e fazem delas negócios familiares e moedas de trocas, por cargos e poder, como temos assistido frequentemente aqui mesmo no nosso estado.

    O MATO CRESCE EM NOSSOS LOGRADOUROS PÚBLICOS.

    Pelo estado de abandono em que se encontram as nossas praças, parece que os assessores do prefeito Luciano Cartaxo e principalmente o secretário da Sedurb não andam por nossa cidade. A nossa que homenageia o nome do presidente João Pessoa, o estado de abandono salta aos olhos, pois além do piso e bancos totalmente estragados, sem falar que falta um cuidado na jardinagem, pois a grama ali já chega a quase meio metro de altura, o mesmo acontecendo com a famosa Praça da Independência. Outra praça que se tornou um verdadeiro lixão e descarte de entulhos das construtoras, é a Praça Coronel Bem Hur no Bessa, defronte ao Super-Box Brasil. Ali além da invasão de ambulantes, ocupando indevidamente aquele importante espaço, o mato já cresceu tanto que pode até esconder uma pessoa, má intencionada que deseja atacar algum transeunte. O prefeito Luciano Cartaxo, antes de ouvir os seus secretários, precisa dispor de pessoas de confiança que observem as inúmeras irregularidades existentes na nossa capital.

    CONCERTO DA BANDA SINFÔNICA JOSÉ SIQUEIRA & BANDA MARCIAL MUNICIPAL ANTENOR NAVARRO

    Universidade federal da Paraíba - Centro de comunicação, Turismo e Artes. Departamentos de Música e Educação Musical, convidam a todos para assistirem um concerto na Sala Radegundis Feitosa na UFPB, no próximo dia 29, terça-feira às 20 horas, cujo evento contará com a Banda Sinfônica José Siqueira & Banda Marcial municipal Antenor Navarro, tendo como solista: Valmir Vieira. O maestro Sandoval Moreno que faz o convite é regente da Banda José Siqueira. A entrada é gratuita.

    A FALA DE PAULO XISTO – A PREOCUPAÇÃO COM A QUALIDADE DO VOTO

    O meu ex-colega de trabalho e amigo Paulo Xisto é um inquieto e preocupado cidadão brasileiro e sempre opina com relação aos problemas de nosso país, demonstrando as suas preocupações nas redes sociais. Paulo Xisto a partir deste ponto: “ Votar ainda é algo novo para o nosso povo. Até a alguns anos atrás nós conhecíamos os candidatos somente pelo jornal, rádio ou TV, que geralmente eram eles mesmos os proprietários. Ainda vivemos uma ditadura partidária, aonde somente o presidente diz quem será ou não candidato.Vivemos ainda um analfabetismo funcional da grande maioria do povo e ainda temos um dos piores ensinos públicos do mundo.Quem lucra com isso? É o povo?”

    Esta coluna é publicada no http:/www.blogdopedromarinho.com e em quatro portais.


    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários

  • 26.07.2014 | Autor: Pedro Marinho

    Concerto da Banda Sinfônica José Siqueira & Banda Marcial Municipal Antenor Navarro




     UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA

    CENTRO DE COMUNICAÇÃO, TURISMO E ARTES.

    DEPARTAMENTOS DE MÚSICA e EDUCAÇÃO MUSICAL

    APRESENTAM

    BANDA SINFÔNICA JOSÉ SIQUEIRA & BANDA MARCIAL MUNICIPAL ANTENOR NAVARRO

    Solista: Valmir Vieira

    LOCAL: Sala Radegundis-UFPB

    DATA: 29 de Julho de 2014 - Terça-Feira

    HORA: 20h

     

    Maestro da Banda José Siqueira, Sandoval Moreno




    Arquivado em Artigos

    ( 0 ) comentários


ver mais antigas